segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

PORTUGAL É UM PAÍS DE ODORICOS PARAGUAÇUS

PORTUGAL É UM PAÍS DE ODÓRICOS PARAGUAÇUS
Odorico Paraguaçu figura de uma telenovela brasileira, que passou nos écrans da televisão, é uma personagem cômica de ficção criada pelo dramaturgo brasileiro Dias Gomes.
Corrupto e demagogo adorado pelos eleitores e pelas mulheres, Odorico foi eleito prefeito da cidade fictícia de Sucupira (Presidente da Camara), propondo-se construir um cemitério.
Como ninguém morreu após a inauguração do cemitério, Odorico tomou iniciativas macabras para concretizar sua promessa, provocando situações caricatas.
Assassinado por Zeca Diabo, Odorico Paraguaçu acabou por ser ele a inaugurar o cemitério como defunto e mártir.
Mais modestos, os Odoricos portugueses mudam a toponímia das cidades, vilas e aldeias em conformidade com o momento politico que atravessam, como lhes dá mais “jeito” em termos de protagonismo ou numa tentativa de apagar a memoria colectiva.
Em Santa Comba Dão, terra natal de António Oliveira Salazar, Primeiro Ministro, acusado de fascista pós morte, que nasceu e morreu pobre, surgiu mais um Odorico que se propõem atribuir à toponímia da cidade o nome de Mário Soares, cujo pai foi padre e ministro das colonias, anti-salazarista, agnóstico, anti-colonialista, comunista, socialista, Primeiro Ministro, Presidente da Republica, que “viveu e morreu à grande e à francesa” deixando um país empobrecido, cheio de dividas, oito milhões de portugueses sobrecarregados de impostos, taxas, taxinhas e dois milhões na pobreza.
Mário Soares foi o que foi, não me competindo enaltecer ou diminuir a sua imagem.
Quanto a mim foi, simplesmente…, mas a minha memória não apaga o passado por muitas toponímias que se alterem e por isso a ponte a que chamam de 25 de Abril é para mim a PONTE SALAZAR.
É de difícil compreensão porque certos indivíduos não deixam os mortos em PAZ, servindo-se deles para desencadear atritos entre os vivos.
ISTO DOS ODÓRICOS TEM QUE SE LHE DIGA E MERECIA SER UMA TESE DE DOUTORAMENTO EM PSICOLOGIA OU PSIQUIATRIA.