quarta-feira, 27 de julho de 2016

CRONICA DO DIA 27 DE JULHO DE 2016


CRÓNICA DO DIA 27.07.2016

Desrespeitando a minha saúde e borrifando-me para as imagens que o Estado Português se lembrou, agora, de publicar nos maços de cigarros, em vez de mandar encerrar as fábricas de tabaco, fui fumar uma “cigarrada” que me tranquilizou o espírito e me libertou a alma.
Deparo-me com o senhor Aguinaldo Fernandes, homem de 54 anos, mas com aspecto físico de 70, a colher pontas de cigarros, a que os portugueses chamam de “beatas”, vá-se lá saber o porquê, dos cinzeiros comuns.
Vai daí, encetei o dialogo.
- Então? Que está a fazer?
-------Estou a apanhar uma “beatas” para fumar.
- Deite isso fora imediatamente! Afirmei, fazendo valer a minha “autoridade” médica.
Dei-lhe um cigarro dos meus que embora não seja muito saudável, sempre é melhor que as “beatas”.
De seguida, o homem desenvolve um rosário de sofrimento físico, psíquico e moral que me desencadeou uma “onda de choque” seguida de uma “raiva” incontida contra aos que gerem? (dizem eles) os dinheiros públicos.
--------Sabe Dr. O meu olho dtª é de vidro, tenho Parkinson, mas só “tremo” do lado Dtª, e fui operado à cabeça.
- Mas então porquê?
--------Tive um acidente de trabalho. A companhia de Seguros foi condenada a pagar 250€ mensais, mas ainda não me deram 1€.
- 250€ mensais? Mas isso não dá para nada! Digo eu.
---------Pois não Dr. Que faço eu?
- Não tem um advogado?
---------Tenho um daqueles nomeados para os pobres
Tomei conhecimento da existência de advogados para os pobres, que devem ser os mais económicos do mercado, o que me faz presumir que há advogados muito mais caros que serão destinados aos remediados, ricos, riquinhos e muito ricos como o Sr. Mota, que paga 6. Milhões de euros só para evitar o julgamento.
- Então?
--------- Estou à espera.
- E a Segurança social?
--------- Dr. Foi-me atribuído 80% de incapacidade para o trabalho, mas também estou à espera que me dêem a pensão o que me faz “enervar”.
--------- Olhe para isto! exibindo os braços mutilados.
- Mas o que aconteceu?
--------- Sabe Dr. Quando fico “enervado” apetece-me bater, mas como não sei quem são, nem conheço as pessoas que me fazem mal, pego numa faca e mutilo-me. Depois trazem-me ao Hospital.
--------- Tenho muita “raiva”, porque aos “refugiados” dão casa, comida e dinheiro, eu sou português, trabalhei 35 anos e descontei para a segurança social, não me dão o que tenho direito.
Dei-lhe 5 cigarros, paguei-lhe um descafeinado porque dizia ele que não podia tomar café.
Retirei-me cheio de “raiva” ao mesmo tempo que pensava que neste País se fomenta a pobreza e se ofende a dignidade humana dos cidadãos.
Escrevi esta crónica para libertar a minha “raiva” evitando mutilar-me como o Sr. Aguinaldo Fernandes.

 

 

segunda-feira, 25 de julho de 2016

PORTUGAL É UMA PAÍS DE SUBSIDIO DEPENDENTES -


Há um ditado popular que diz que os portugueses só entendem uma linguagem e que diz assim:
"O pão numa mão e na outra o chicote"
Ora vejam:
Instala-se uma loja.
A pedido de uma "amiga" aceita-se uma "desempregada" à qual se paga 500€ mensais durante um ano, para não fazer rigorosamente nada.
Fecha-se a loja porque a dita empregada chega tarde, saí cedo, deixa que os produtos terminem o prazo de validade que tem de ser lançados ao lixo.
Com o ordenado, água, luz, telefone, produtos lançados ao lixo, renda da loja, o prejuízo foi de cerca de 20.000€
A "amiga", por razões óbvias deixa de o ser.
A "empregada" "amiga" da "amiga" deixa de ser "amiga" por afastamento da "amizade"
Foi afastada porque sabendo dos problemas da "amiga" colabora com relacionamentos imbecis, de baixo nível cultural, intelectual e com comportamentos doentios, que se desculpam porque também ela, a tal "desempregada" é uma doente, segundo a opinião da sua própria "amiga".
A "desempregada" mais não faz que formações que todos nós pagamos, mas segundo a sua "amiga" o que ela não quer é trabalhar e gosta de dormir até à hora do almoço.
Reciprocidade. Uma dá "cobertura" para que a "amiga" tenha as formações que quiser através do IEFP, A "desempregada" encobre comportamentos impróprios e socialmente condenáveis da sua "amiga."
Entretanto, ambas parem muito felizes, vamos ver até quando.
Supostamente parece ficção, provavelmente até será, mas não acredito que o seja.
O Fecundado disto é que me pergunto como é possível que as amizades, que não do FB, se possam transformar em inamizades muito graves, raiando as fronteiras do ódio.
Explico: A INGRATIDÃO É A SUA CAUSA.
OS NOSSOS PIORES INIMIGOS SÃO OS QUE NOS RODEIAM E AQUELES QUE DE UMA FORMA OU DE OUTRA TENTAMOS AJUDAR NA DOENÇA E NAS DIFICULDADES ECONÓMICAS..

domingo, 24 de julho de 2016

«ATIRADOR DE MUNIQUE USOU FACEBOOK PARA ATRAIR VÍTIMAS»

Acabei de ler:
«ATIRADOR DE MUNIQUE USOU FACEBOOK PARA ATRAIR VÍTIMAS» Jornal de Notícias de 24.07, pág 42.
«Usando falso perfil divulgou uma campanha fictícia de distribuição gratuita de hamburgueres por parte da McDonald´s.»
Desde há uns meses a esta parte que denuncio os "predadores" sexuais, os pedófilos, redes criminosas de narcotráfico e terroristas que usam as redes sociais com o objectivo de aliciar as vitimas e usando falsos perfis.
Debato-me para que as redes sociais obriguem à identificação (cartão de cidadão ou NIF) aquando da inscrição.
Sou convicto que desta forma, os criminosos eram precocemente detectados.
As crianças e os doentes mentais também deviam ser rigorosamente proibidos, e impedidos, pelas suas famílias, de frequentarem as redes.
Assim não sendo os crimes continuarão com tendência para aumentar de uma forma incontrolável.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

QUANDO A JUSTIÇA PORTUGUESA TRUCIDA DIREITOS JURÍDICOS DOS CIDADÃOS E DAS CRIANÇAS

QUANDO A JUSTIÇA PORTUGUESA TRUCIDA DIREITOS JURÍDICOS DOS CIDADÃOS E DAS CRIANÇAS
19.de Julho de 2017.
Sendo-me presente um mail da distinta Procuradora Coordenadora do Porto fiquei perplexo, atónito, revoltado e angustiado.
Como sabem as angústias podem induzir a atitudes contrárias à sã convivência social.
Não sendo um primário, ocupando uma posição social impeditiva de encetar atitudes não consentâneas com o Estado de Direito, a escrita é a única forma, digamos lícita, de me libertar dos graves problemas que há nove anos me são desencadeados pelo Sistema Judicial a que chamam Justiça.
Justiça que provoca, convida e induz a que centenas de cidadãos cometam actos lesivos, não só contra si próprios (suicídio), mas e também contra quem os rodeia e contra aos que de uma ou outra forma lesam os seus direitos juridicamente protegidos, (homicídios), o que se denomina “FAZER JUSTIÇA PELAS PRÓPRIAS MÃOS” 
Por razões óbvias não publico o mail que me foi enviado. Publico o requerimento que submeti à douta apreciação, ficando angustiadamente a aguardar a resposta.
Sendo-me presente mail, de despacho de arquivamento referente ao Processo nº …com o devido respeito, cumpre esclarecer.
Na minha qualidade de cidadão e progenitor do menor, presumia que os Tribunais zelavam pela aplicação da Justiça, na defesa dos direitos juridicamente protegidos dos cidadãos e das crianças.
Sou um cidadão que paga uma pensão de alimentos de 600€ MENSAIS, enquanto o meu filho ora com 15 anos de idade pernoita, (termo proferido pela técnica da segurança social) num divã instalado na sala de jantar sendo "obrigado" a conviver com energúmenos da pior espécie. 
Não tenho obrigação jurídica de contribuir para o sustento do Xavi, companheiro da progenitora do menor.
Xavi que é "colaborador" da Empresa SPDE - Segurança Privada e Vigilância em Eventos, Lda., envolvida na operação FENIX, cujo sócio-gerente é Eduardo Jorge Lopes Santos Silva, que se encontra em prisão preventiva, pronunciado pelo meritíssimo juiz Carlos Alexandre por crime de associação criminosa, exercício ilícito de actividade de segurança privada, e detenção de arma proibida.
Da minha experiência resulta que a CPCJ, de Vila Nova de Gaia, é perigosamente tendenciosa, ineficaz, incompetente, sem significado jurídico porquanto é suficiente que um dos progenitores negue a intervenção para que o processo seja arquivado, como é do douto conhecimento de V. Exa.
Não é do meu conhecimento que a CPCJ, alguma vez se tenha dirigido à residência da progenitora com a finalidade de in loco observar em que condições vive o menor.
Dizer-se que a situação tutelar do menor está estabilizada é pura falácia, evitando-se aplicar o verdadeiro termo que seria "refinada mentira" e desconhecimento total da verdade.
Com o respeito que é devido, desconhece em absoluto as razões que motivam este tipo de comportamento dos agentes da justiça, que desencadeia instabilidade emocional ao menor e ao seu progenitor que associada a sentimentos de revolta se desconhece como irão terminar.
Com o devido respeito e sendo permitido cabe demandar a V.Exa. com que fundamentos o Tribunal ou o MP recusam sistematicamente a audição do menor, quando é sabido que é um direito legal que lhe assiste.
Presume-se que a recusa de audição do menor tem por fundamento evitar a descoberta da verdade, de todos os processos que envolveram todo o processo instaurado com o objectivo da regulação do Poder Paternal.
Com o devido respeito e sendo-lhe permitido demanda porque razão é que assunto de evidente gravidade não é submetido a investigação judicial efectivada pela Policia Judiciária.
Cumpre ainda informar que a integridade física do progenitor se encontra ameaçada pelo que e desde já requer a protecção judicial.
Com o devido respeito.
Nelson de Brito
Cópia reencaminha para a Distinta Procuradora Geral Dra. Joana Marques Vidal
NUM MUNDO DE MENTIRA, FAVORECIMENTO ILÍCITO, CORRUPÇÃO E GANANCIA, É VIOLENTO PARA QUEM UTILIZA A VERDADE COMO ARMA DE COMBATE.


terça-feira, 19 de julho de 2016

O SISTEMA TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS É CORRUPTO. NÃO PAGA O QUE DEVE E QUER COBRAR IMPOSTOS POR CONTA DE HIPOTÉTICOS RENDIMENTOS.

AUTORIDADE TRIBUTÁRIA E ADUANEIRA
Repartição de Finanças
Vila Nova de Gaia – 2
4430-203 – Vila Nova de Gaia

ASSUNTO: Pagamento por Conta de IRS de 2016 – v/ documento nº 2016 00003111509  
Excelência
Nos últimos quatro anos, o contribuinte ora identificado, tem sido violentamente fecundado, pelo sistema Fiscal Português, o que lhe desencadeou lesões anorectais de características neoplásicas.
Como é do conhecimento público, tais lesões desencadeiam graves problemas de saúde impeditivas de auferir rendimentos, em 2016, superiores ou equivalentes ao ano de 2014.
Prova dos factos é que os rendimentos que o contribuinte auferiu em 2015, são substancialmente inferiores aos do ano de 2014.
Por tais motivos o contribuinte, é credor do sistema Tributário Português, da quantia de 1.513.55€, (mil quinhentos e treze euros e cinquenta e cinco euros), que já lhe deviam terem sido restituídos.
Compreende perfeitamente a crise económica em que Portugal se encontra mergulhado e lamenta encontrar-se em situação económica impeditiva de ajudar o Estado.
Sendo Portugal uma País admiravelmente democrático, onde não existe corrupção, desemprego, pobreza, propõem que o sistema tributário ao abrigo do artigo 68º B da LGT, que protege os contribuintes de ELEVADA RELEVÂNCIA ECONÓMICA E FISCAL, processe cobranças à MOTA ENGIL, BES, NOVO BANCO, BPP, BPN, BANIF e CGD, onde se presume estarem incluídos indivíduos indiciados pela prática de crimes fiscais, fugas ao fisco, burlas, lavagem de capitais e tráfico de influências,
Diz o nº 2 do Artº 102º que 
«A totalidade dos pagamentos por conta é igual a 76,5 % do montante calculado com base na fórmula: Coleta do penúltimo ano, líquida das deduções; Total das retenções efetuadas no penúltimo ano sobre os rendimentos da categoria B; Rendimento líquido positivo do penúltimo ano da categoria B; Rendimento líquido total do penúltimo ano»
Pela declaração do IRS referente a 2015 verifica-se que o contribuinte auferiu, em 2015, rendimentos inferiores ao ano de 2014.
A “doença” que lhe foi transmitida pelo sistema Tributário, a crise económica desencadeada pela honra, dignidade, honestidade e ausência total de corruptos, que nos últimos cinco anos tem “gerido PORTUGAL,” impedem que em 2016, o contribuinte, venha a auferir rendimentos idênticos ou superiores ao ano de 2014 e 2015, o que faz cessar a obrigatoriedade de pagamentos por conta.
Na liquidação anual de IRS, referente ao ano de 2015, verifica-se que o imposto liquidado foi superior ao devido o que confere, ao contribuinte, o direito de reembolso acrescido dos respectivos juros.
A diferença entre o imposto devido a final e o que foi entregue aos cofres do Estado é 1.513.55€, (mil quinhentos e treze euros e cinquenta e cinco euros) favorável ao contribuinte, exercendo desde já o seu direito de reembolso. 
Por motivos imputáveis aos serviços, a restituição não foi cumprida no prazo legal, sendo-lhe devidos juros indemnizatórios, à taxa dos juros legais fixados e contados dia a dia desde o termo do prazo previsto para o reembolso até à data em que for emitida a correspondente nota de crédito.
Nestes termos, e nos melhores de direito que V. Exa. não deixará de suprir, vem requerer Isenção do PC, porque, em consequência da doença, é claramente previsível que em 2016, não terá rendimentos iguais ou superiores aos de 2014.
O reembolso imediato do valor de 1.513.55€, (mil quinhentos e treze euros e cinquenta e cinco euros), acrescidos dos juros de mora.

Pergunta-se se haverá na Europa "evoluída e democrática" algum país com este comportamento fiscal para com os seus cidadãos.

segunda-feira, 18 de julho de 2016

"SALTAR FORA" - Separações entre os casais.

“SALTAR FORA” - Separações
Nas relações interpessoais e nas separações afectivas, é frequente ouvir-se dizer que “AINDA BEM QUE SALTEI FORA.”
A questão é quando se “salta” em andamento.
Saltar a velocidades elevadas, certamente que provocará lesões físicas, psíquicas e emocionais irreversíveis, estando descritos casos de morte, como homicídios, homicídios seguidos de suicídios, homicídios seguidos de infanticídios e suicídios, infanticídios, infanticídios seguidos de suicídio.
Na minha opinião deve-se saltar a uma velocidade moderada ou quando o “veículo” se encontrar imóvel.

Dessa forma evitar-se-ão lesões físicas e mentais de graves consequências futuras, não só para o “saltador,” mas e também para todos quantos o rodeiam.

domingo, 10 de julho de 2016

LICENÇA PARA O USO DE ISQUEIROS

Em conversa com uma das minhas amigas, recordava “coisas da minha meninice como LINCENÇAS PARA O USO DE ISQUEIROS.
Claro que ela não acreditou.
Ora vejam:

Licença de isqueiro
Em Portugal, durante o regime de Salazar, as pessoas precisavam de uma licença para o uso de isqueiros.
Essa licença, um pequeno papel oficial emitido pelo governo, custava 10 escudos e deveria ser transportado pelo dono do isqueiro.
Em caso de falta da licença, o portador do isqueiro era multado em 250 escudos. Se este fosse funcionário do governo ou militar, a multa poderia ser elevada para 500 Escudos.
O dinheiro recolhido das multas, tal como da venda de licenças, era repassado à Fosforeira Nacional. Sendo que, no caso das multas, 30% era destinado ao autuante. Essa percentagem poderia ser divida com o delator, caso esse existisse.
Essas directrizes foram instituídas pelo Decreto lei 28219 de novembro de 1937 e foram abolidas em maio de 1970.


Tempos difíceis, não? Mas não deixa de ser engraçado!!!!!!!!!!
Esperemos que o Governo de Portugal não use esta informação para lançar mais um imposto sobre os Porugueses.

sábado, 9 de julho de 2016

Lançamento em 09.10.2016.
Desta antologia poética, constam 5 dos meus poemas.
Em Portugal pode ser comprado na BERTRAND, NA FNAC, e através da NET
PREÇO 15€

sexta-feira, 8 de julho de 2016

DELÍRIOS PARANÔICOS NUM DOENTE BIPOLAR

DELÍRIOS PARANÔICOS NUM DOENTE BIPOLAR
Crenças fortes, não verdadeiras, não compartilhadas por outras pessoas da mesma cultura e não facilmente modificáveis.
CASO CLINÍCO
BE, PARA OS AMIGOS ÍNTIMOS, era secretária eficiente e prestativa. Os superiores e colegas de trabalho valorizam muito sua contribuição.
No entanto, BE passa suas noites escrevendo “artigos” e comentários sem nexo, postando opiniões sobre doenças psiquiátricas sem qualidade científica, mas que lhe servem de desculpa para o seu comportamento.
Publica imagens sobre dietas para o emagrecimento, enquanto ela completamente obesa, tem tendência para obesidade mórbida.
Frequentemente afirma a existência de “anjos” sobrenaturais e humanos que a protegem. Que Deus abriu sua mente através do Sukyo Mahikari, reiki, hipnoterapias, mantras, tarot, reconexões, massagens tântricas, e que através disso lhe ensinou a cura da bipolaridade.
Incessantemente busca um centro de tratamento que utilize estes tipos de curas em todos os doentes mentais, para provar ao mundo que está certa.
Quando obtêm respostas, são evasivas, que servem para lhe extorquir dinheiro e abusos sexuais. o que a faz sentir incompreendida uma vez que entende que seria capaz de salvar todos os doentes mentais.
Frequentemente afirma que o mundo jamais saberá o quanto ela é maravilhosa.
BE, sofre de distúrbios delirantes megalómanos, persecutórios, eróticos e hipocondriacos.
Afirma-se e assume-se como dotada de poderes especiais e que, se autorizada a praticar esses poderes, poderia curar doenças, erradicar a pobreza, assegurar a paz mundial ou executar feitos extraordinários.  
Suspeita que todos, incluindo os seus colegas de trabalho, falam de si, riem-se à sua custa, que a estão a difamar e a elaborar grandes tramas para a perseguir.   
Nos seus delírios eróticos BE desenvolve fixações por uma pessoa qualquer, assedia através do seu local de emprego, redes sociais, telefone e vigilância furtiva.  
Embora não seja nenhuma beldade, julga-se deformada e feia. Está convencida que há algo de errado com seu corpo como a cor do cabelo, mamas pequenas, nariz desfasado, chegando mesmo a submeter-se a mamo e rinoplastia.  
Ainda não foi avaliada a hipótese de que os distúrbios delirantes possam constituir perigo para os outros, mas a experiência clínica sugere que por vezes são violentos, mas raramente comentem homicídio.
Os filhos, o cônjuge ou o companheiro são os que correm maior perigo no relacionamento com um indivíduo com distúrbio bipolar e delirante.


OITAVA CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR - PARANÔICO

OITAVA CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR
Privada da liberdade de movimentos 
Sujeito-me à bom vontade alheia
Dos que de mim cuidam... De forma amordaçada.
O computador desapareceu onde irei eu escrever e compor?
Não me vendi a nenhum príncipe árabe, mas era como se fosse.
Retiraram-me a liberdade, até de pensar!
Eu observo-os, tentando perceber a dinâmica do jogo,
Para depois um dia fugir bem longe das minhas algemas.
As minhas correntes são psíquicas.
Sou alvo de chantagens recorrentes.
Dizem-me que sou doente,
Não tenho capacidade de ser gente.
Querem subornar os guardas para esses tomarem conta da minha "dose".
Eu, num mundo assim, 
Por vezes, vejo-me a pensar em "overdose".
 Elisagabriel 

COMENTÁRIO
O doente refere que o facto de se sujeitar à boa vontade alheia, dos que dela cuidam, limitam-lhe a liberdade de movimentos, sentindo-se amordaçada.
As doenças físicas ou mentais que impliquem dependência de terceiros limitam a liberdade e os movimentos.
Mais uma vez confessa que é portadora de doença psíquica que a transforma em dependente, que se encontra algemado, mas que “algemas são psíquicas.”
Num delírio de perseguição e negação, muito comum nestes doentes, diz-se alvo de chantagens, que lhe retiram a capacidade de ser gente e que não é doente.
A dose, refere-se à medicação que toma diariamente, sem a qual não é capaz de controlar os distúrbios mentais.
No seu imaginário delirante apelida de “guardas” os que dele cuidam.
OVERDOSE – Pensamento muito perigoso para ela e para a filha.
A verdade é que estes doentes têm tendência para exceder a medicação ansiolítica ao que associam álcool com o objectivo de se sentir mais desinibidos.
Manifesta claramente pensamentos delirantes, característicos de perturbações mentais, com tendência a desenvolver uma personalidade paranoide, agravada pela sua bipolaridade.
CARACTERÍSTICAS DA DOENÇA PARANÕIDE.
Excesso de auto-estima, com delírios de grandeza acreditando piamente que é uma pessoa muito importante, escritor incomparável, ou comparável a alguns autores tentando arduamente convencer os outros de que o é realmente.
Egocêntrico, que pode ser interpretado como um mecanismo para ocultar um grande complexo de inferioridade, manifesta desconfiança, rigidez, não aceita críticas, culpabiliza os outros dos seus próprios insucessos.
Oculta a agressividade, agindo com cortesia, o que faz com que tenha tendência para interpretar erradamente os factos, provocando conflitos afectivos, sociais e profissionais,
Nos delírios eróticos, imagina-se desejado e assediado sexualmente, demonstrando-o através de todos os meios onde se inclui múltiplos parceiros, desconhecidos, que introduz na residência paterna.
Desconfiada ofende-se sem motivo, tornando-se ostensivamente defensiva e hostil. 
Fria e distante têm dificuldade de manter vínculos afetivos, orgulhando-se de ser racional, objetiva, evita o auxílio médico e psicológico argumentando que estes é que são doentes.
Procura redutos sociais do estilo moralista e punitivo como Sukyo Mahikari bruxas, cartomantes, hipnoterapias figuras como Jesus, Dalai Lama, Madre Teresa de Calcutá, mas de seguida relaciona-se com energúmenos da pior espécie, destruindo a sua vida profissional e familiar.

quinta-feira, 7 de julho de 2016

PORTUGAL QUE SE FÔDA

PORTUGAL QUE SE FÔDA
Dizem que o CR 7 disse ao JM, marcas tu o penalti, se falhares e perdermos que se Fôda.
Não sou dado a futebóis porque o País devia ser muito mais importante que os 22 morcões que passam 90 minutos a tentar meter uma bola num “buraco” de largura tão elevada.
Desconheço a verdade dos factos, mas se assim foi que se fodesse mesmo.
 “Governo apertado com sanções e carta a Juncker”
«Governo? Que governo? O Juncker é que manda em Portugal».
“Caixa Geral de Depósitos tem um desvio de três mil milhões de € “
Quem vai pagar? Os mesmos (contribuintes) que estão a pagar o BES, BPN, BPP, BANIF, Novo Banco, e outros que desconhecemos
Mota – dono da Mota Engil- paga 6 milhões de euros para não ser acusado de fraude fiscal no valor de 32,2milhões de euros
Entretanto, esse mesmo Fisco é cobrador de impostos da Monta Engil.
Denunciados à mais de um ano As Finanças continuam a serem os cobradores da ASCENDI, cujo dono é a Mota Engil.
À luz do Código Civil, as Finanças são coniventes com as mesmas fraudes.
A questão é que a Mota Engil é o empregador dos políticos incompetentes e corruptos.
“Fisco chamou 160.377 trabalhadores independentes a pagar por conta o IRS”
«O Pagamento por conta fundamenta-se nos rendimentos do ano anterior.
O Fisco entende que o trabalhador vai ter os mesmos rendimentos em 2016, iguais aos dos 2014 e obriga os contribuintes a subsidiar o Estado, ainda que o contribuinte esteja no desemprego, doente, ou até, imagine-se, falecido.
O inventor desta cretinice foi Manuel Ferreira Leite que já declarou que se enganou e este “imposto” não tem qualquer justificação ou fundamento constitucional.
Entretanto o Fisco não reembolsa os que os contribuintes pagaram a mais a mais»
Entretanto o senhor Mota, lá continua, sem ser julgado porque vai pagar 6 milhões o que faz presumir que a sua dignidade só vale 6 milhões.
Sou “pobre”, mas a minha dignidade vale muito mais, NÃO TEM PREÇO.
“Condenada por obter apoio para empresa que nunca criou”.
“Técnico do IEFP também foi condenado”.  
«O problema no IEFP (INSTITUTO DE EMPREGO FORMAÇÃO PROFISSIONAL) são os “engates” da parte deles e da parte delas. Depois usam a Instituição para pagar as benesses aos seus amigos e amigas. Entretanto os contribuintes pagam estes desmandos enquanto 40% dos desempregados recebem menos de 400€ do Fundo de desemprego»
“Gangue “la Família” contactava no Facebook”
«Zaza, tinha um “amigo” de Lille - França, nascido na Costa do Marfim, de seu nome Daniel Kambou? relacionado com o narcotráfico e outras actividades ilícitas.
Denunciado em Portugal, desconhece-se o que aconteceu, em França parece-me que se encontra referenciado pela Interpol.
Entretanto a Loulou lá continua com este tipo de amizades.
VIOLÊNCIA SOBRE AS CRIANÇAS
Menino baleado pelo pai.
Mãe mata recém-nascido de 4 dias e atira-o para uma mata.
Mãe comete infanticídio seguido por suicídio, por imolação dentro de um automóvel.
Mãe comete infanticídio e tentativa de suicídio por afogamento.
Empresário julgado por abusar da filha e da neta.
Criança de 14 anos institucionalizado na Santa Casa da Misericórdia, misericordialmente foi espancado, asfixiado, incinerado pela mãe (32 anos) da namorada (12 anos) e pelo “amigo” (19 anos) da mãe da namorada.
Tesoureiro “amigo” da mãe de duas crianças foi condenado por as violar.
Pai paga 600€ de Pensão de alimentos, enquanto o seu filho dorme na Sala de Jantar, porque a mãe tem de sustentar um proxeneta.
Entretanto, há crianças entregues a doentes mentais, mas dizem eles que os casos estão “referenciados.” Será que Be para os amigos íntimos também estará referenciada?
“Matou o marido à machadada- Agora acusa o morto de violência doméstica”.
«A violência doméstica também serve para ilibar os criminosos e as criminosas»
LILIANA AGUIAR, que não sei quem é, foi condenada por agressões à ex. mulher de Oliveira Costa, que também não sei quem é, mas comunicação social ocupa uma página na divulgação do caso, como se ele fosse a “bem da Nação”
Os acontecimentos descritos tiveram lugar durante o decorrer do Europeu de Futebol de 2016, portanto em um mês.
Entretanto os craques e os analíticos da bola dizem.
“Nada nos tira esta grande ambição” – Fernando Santos treinador da selecção portuguesa.
«Ambição de quem? Dele? Minha não é de certeza absoluta».
“Um País em estado de graça”  
«Com mais de meio milhão de desempregados e um milhão abaixo do limiar de pobreza, onde está a graça?»
«Se a graça se referir ao engraçado, o que nos faz rir, confesso que não acho graça alguma»

PORTUGAL QUE SE FODA!!! OS PORTUGUESES NÃO MERECEM MELHOR. 

quarta-feira, 6 de julho de 2016

A LEI PORTUGUESA PROTEGE OS INCAPAZES E OS DOENTES MENTAIS

CUMPRE ESCLARECER,
O trabalho médico e psicológico encetado há quase três anos foi completamente destruído no espaço de 10 meses.
Tenho sido incomodado e ameaçado por “amigos” de um doente metal que admite publicamente a sua doença. Doença que se tem vindo a agravar.
Mentalmente incapaz é manipulador, não tem noção da realidade, da responsabilidade é inimputável.
A Lei, C.P. protege o incapaz físico em função da idade (crianças e idosos) e o doente mental, considerado abuso e por isso crime p.p. qualquer acto sexual com um deles.
Pese embora o facto de escrever e publicar vários artigos, há ainda quem desconheça, finge desconhecer, que através das redes sociais se está a relacionar com um doente mental, acreditando, fingindo acreditar, como verdadeiras e normais as suas postagens.
O comportamento destes imbecis, devidamente identificados, trás riscos graves para o doente, para quem o rodeia e tentou auxiliar, para a família e para os ditos “amigos.”
Quando o caso chegar ao Tribunal de Família e Menores, e ao Tribunal Judicial, não irão aparecer, dirão que desconheciam a doença ou negarão a “amizade.”
Esperemos para ver. Os LIKES.



segunda-feira, 4 de julho de 2016

A IMPORTÂNCIA

IMPORTÂNCIA
A importância é um conceito absctrato, um pensamento, alcançado a partir do imediato, da impressão sensível e do conteúdo que cada um toma por si e não aquele que outrem individualmente lhe atribui.
A aparência e a essência das coisas não se confundem.
A ciência dedica-se a tonar explícito o conteúdo dos fenômenos, no sentido de compreender a realidade e assim ser possível distinguir o aparente do essencial.
Do movimento do ir e vir entre o fenômeno e a essência, resulta a obtenção do conceito que é a compreensão da coisa.
O uso de determinados conceitos em detrimento de outros indica a maneira de observar a realidade que figura na mente de cada um.
Segundo os meus conceitos médicos um doente tem muita mais importância que um fisicamente saudável. Um idiota ou doente mental tem mais importância do que um mentalmente saudável.
Para um obstetra é muito mais importante uma gestante que uma não gravida.
Uma prostituta merece toda a atenção e disponibilidade. Enquanto uma das ditas muito “honestas,” mas que dão umas "quecas" com uns “gajos” que “engatam” nos locais de emprego, merecem menos respeito, mas tratamento igual.
Em termos futebolísticos o Ricardo Quaresma é muito mais importante que o CR 7.
Socialmente, um pobre ou sem abrigo, tem mais importância que um euro milionário.
Uma criança é mais importante que um adulto.
O mundo da realidade é um mundo onde a verdade não é dada, predestinada, não está pronta, nem acabada, nem impressa de forma imutável na consciência humana.
O mundo da realidade é a realização dessa verdade e não no que se pensa.

Só um doente mental é que pensa que a importância é o que toma para si e não a que lhe possam atribuir.   

domingo, 3 de julho de 2016

6ª CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR

6ª CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR
«Vidas futuras, após a Vida... Um negócio...Sempre aquele de amedrontar...Eu só sei que tenho esta Vida...É nesta vida que tenho de tentar dar o melhor de mim... Se eu chegar a essa conclusão.
Karmas, Infernos, Paraísos, é tudo o mesmo discurso...E o despojamento total de desejo e sentimentos, é a criação de um não humano. E Ego tem que existir, com desejos, expectativas, necessidades e sentimentos. Contra a religião, muitos criam novas amarras parecidas com "religiões" e vendem o" gato por lebre"!
O mais importante é ter consciência crítica e nunca perdê-la. Não gosto de rebanhos, não gosto de Pseudo-líderes carismáticos e incontestáveis porque representam um Perigo para a Humanidade, todos eles!!!!!! Aqueles que nos querem por a pensar de uma só forma, referindo que é a certa, serão sempre um Perigo para a Humanidade. Admiro certas figuras como Jesus, o Dalai Lama, a Madre Teresa de Calcutá, e, e...Atrás de um flautista, foram as crianças de um lugar.
Até pessoas católicas têm Medo da Morte e não acreditam, muitas sobremaneira, na Vida após a Morte. Um dia da minha vida, experimentei, na altura, uma regressão e naquele momento deixei de ter medo da morte porque acreditei que havia vida após a morte.
Desabafei com uma amiga que foi logo dizer ao meu marido, na altura, que eu não andaria bem: porquê????? Porque deixara de ter medo da morte por convicção de que haveria vida eterna. Quem me dera ter ainda essa certeza! Penso que será um questionamento pessoal que existirá sempre em mim ao longo da minha vida.
Apesar de me ter tornado adepta de filosofias positivas, refiro aqui que "viver não é fácil" ou "não é tão fácil assim" e estar no tal estado de equilíbrio que alguns "pregam" nem sempre é possível. Um dia de cada vez porque o equilíbrio nem sempre se consegue. O Yin e o Yang têm de existir e eles terão de existir em ti, algum dia, para se puder dizer que foste humano.
Sofre e chora o que tens a gritar; ri e canta a tua alegria. Como uma balança, um dia estou mais yin, outro mais yang.
E quem pensa mais, sofre mais, penso eu, porque questiona mais o conhecimento das coisas, porque não aceita só porque tem que ser assim, porque é crítico das coisas.
Cuidado com as teorias positivas, por vezes mais parecidas com "reprogramações cerebrais" que podem fazer com que algumas pessoas, carenciadas num determinado momento de afeto e com algum vazio interior, deixem de estar com os pés bem assentes na terra e voam para a Lua.
Certa vez, conheci alguém das teorias positivas, o qual disse de uma forma insensível a quem não estivesse bem com a vida, para se despedir dela (do emprego, do casamento, etc.); bem, este tipo de palavras pode levar a um suicídio laboral, amoroso e depois quem sabe a um verdadeiro suicídio.
Por isso, minha gente o sentido crítico é muito importante e essas pessoas aproveitam-se é claro da fragilidade emocional daqueles que os procuram (infelizmente a maior parte das vezes para encher os bolsos e alimentar o ego).
Cuidado, eu digo sim a muitas filosofias positivas, mas de pé atrás, porque muitas mais se parecem com seitas».
Publicada por Elisagabriel
COMENTÁRIO
A autora critica e diz não acreditar nas vidas futuras nos Karmas, Infernos, Paraísos, porque despojam os desejos e sentimentos, criam novas amarras parecidas com "religiões" e vendem o" gato por lebre"!
Adverte “Cuidado com as teorias positivas, por vezes mais parecidas com "reprogramações cerebrais" que podem fazer com que algumas pessoas, carenciadas num determinado momento de afecto e com algum vazio interior, deixem de estar com os pés bem assentes na terra e voam para a Lua.
Acusa «conheci alguém das teorias positivas, o qual disse de uma forma insensível a quem não estivesse bem com a vida, para se despedir dela (do emprego, do casamento, etc.); bem, este tipo de palavras pode levar a um suicídio laboral, amoroso e depois quem sabe a um verdadeiro suicídio».
Entretanto frequenta seitas como Sukyo Mahikari bruxarias, cartomantes como Eugénia Fortuoso, hipnoterapias e reconexões com Victor Manem e outros charlatões que dela abusaram e extorquiram e que como ela muito bem refere «aproveitam-se é claro da fragilidade emocional daqueles que os procuram» e fazem «reprogramações cerebrais que podem levar a um verdadeiro suicídio». 
Dada à fragilidade emocional em que ela se encontra, presumo que estes abusos merecem a investigação da Policia Judiciária ou do Ministério Público. 
A doente devia ser juridicamente impedida de utilizar as redes sociais já que, como ela própria confessa encontra-se emocionalmente frágil e tem sido presa fácil

destaca-se a indicação "QUEM NÃO ESTIVER DE BEM COM A VIDA QUE SE DESPEÇA DELA" o que a autora entende, muito bem, como uma forma da a induzir ao suicídio. 
Relembra-se que tem uma filha com 10 anos. 
Este Victor Menem, indicou-lhe que devia suspender a medicação e fumar uns charros. 
Caso de Policia.

sábado, 2 de julho de 2016

HOJE CHOREI

22.10.2015
HOJE CHOREI
Hoje chorei, porque assisti a violentas agressões sobre uma menina de 9 anos, pela sua própria mãe. 
A razão da agressão deveu-se à instabilidade emocional da mãe da criança.
A progenitora é uma doente bipolar que auto suspendeu a medicação.
No dia anterior esteve no facebook até às 03 h da manhã, pelo que teve serias dificuldades em se levantar para levar a menina à escola.
Estava “atrasada”, desculpava-se a mãe, atribuindo as culpas à criança.
Visivelmente agitada e incontrolada agride a menina, atingindo-a na face, deixou-lhe marcas no rosto.
Eu chorei porque fora como se eu próprio tivesse sido atingido não por uma, mas milhares de bofetadas.
Deixo recados:
Não se deve agredir as crianças.
Nunca se deve bater na face das crianças.
Há outras formas de castigo quando queremos ensinar o correto, incorreto ou “educar” segundo o que pensamos o que deve ser educação.
Será que somos todos educados?
Haja um adulto que goste de ser agredido só porque foi mal-educado ou não se comportou devidamente.
Pois é! É fácil agredir os indefesos.
Nos tempos que decorrem as crianças tem necessidade de ser amadas e não agredidas




5ª CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR

5ª CONFISSÃO PUBLICA DE UM DOENTE BIPOLAR

Para reflexão!
E se o seu amigo, irmão, pai, mãe, vizinho e etc. fosse bipolar? Somos todos bipolares, porque yin e yan... Quem não é bipolar será provavelmente uma pessoa "anormal" porque ou sempre triste ou sempre contente.
A bipolaridade ou antes designada doença "maníaco-depressiva" tem uma origem genética.
O transtorno bipolar é considerado uma doença mental com a sua "gravidade", mas que se, devidamente medicada, permite ao doente uma vida normal e serena.
A doença mental, apesar de cada vez mais presente nas sociedades modernas e desenvolvidas, ainda é um tabu... São discriminadas as pessoas que sofrem de doença mental, a grande parte por uma profunda ignorância. Os bipolares são associados a génios ou com uma inteligência superior ao normal. A ouvir quando A chuva parar de Ivete Sangalo na Rádio Sofia e Júlia.
É triste ver que a sociedade discrimina o doente mental. Se eu tiver um cancro ou outra patologia grave dão-me atenção e carinho; se eu tiver uma depressão e for bipolar, sou discriminada; e cuidado, tenho que silenciar o assunto porque "envergonha". E dizem-me tretas como "sou preguiçosa", "tenho uma personalidade fraca e frágil", "a vida é 2 dias"... Palavras proferidas pela insensibilidade do senso comum, pela indiferença, pela discriminação, por pessoas que não tentam colocar-se no lugar do outro e por pessoas que não pesquisam sobre o assunto.
E decidi lutar contra a discriminação, os preconceitos, a indiferença, a prepotência dos arrogantes, insensíveis, ignorantes. A doença mental potencia o vazio de viver e a dor da alma; pior do que a dor física é a dor da alma, aquela que muitas vezes mata, culminado em suicídio.
Ajude os seus próximos se sentir doença mental por perto!
COMENTÁRIO

De facto, há estudos que apontam para que a bipolaridade tenha um componente genético. Assim sendo, se tiver uma companheira bipolar em que a mãe ou o pai também o sejam convêm reflectir muito no investimento da relação. Um bipolar é de dífícil trato, agora imaginem dois. Uma desgraça. A escritora assume-se como doente mental e assim sendo as suas capacidades profissionais e parentais encontram-se prejudicadas. Por vezes afirma que não é doente e auto suspende a medicação o que desencadeia comportamentos muito graves. Essa dos bipolares serem associados a génios é que é difícil de engolir., mas.... Desde que vi um porco a andar de bicicleta já acredito em tudo. Convivi de perto com a escritora, durante uns tempos, mas nunca a vi demonstrar grande inteligência e muito menos genialidade, mas faz parte da doença bipolar o exibicionismo. SÃO OS MAIORES! SABEM TUDO E FAZER DE TUDO. Frequentemente tinha comportamentos de tal forma imbecis e bizarros que qualquer leigo nota que são doentes mentais. O que será a Radio Sofia e Júlia? Alguma emissora clandestina? 
Destaco o "culminar com suicídio" 
É necessário estar muito atento a esta escritora, porque tem ao seu cuidado uma menina de 10 anos, ainda que temporariamente. 
O Ministério Publico deve desencadear investigação. 
Também não seria despropositada a inquirição de alguns dos seus amigos das redes sociais, massagista e uma das suas grandes "amigas"