sexta-feira, 11 de novembro de 2016

AS MINORIAS VS AS MAIORIAS


 
Democraticamente pensa-se que as minorias devem aceitar as decisões das maiorias ainda que discordem.
No entanto há minorias que entendem que as maiorias devem submeter-se à sua vontade ou às suas formas de pensamento.
Exemplos.
- Se não se gosta de emigrantes é-se xenófobo.
- Se não se gosta de homossexuais é-se homofóbico.
- Se não se gosta de feministas é-se machista.
- Se não se gosta da esquerda é-se fascista.
A grande maioria dos povos não gosta de emigrantes, mas não se deve afirmar que são xenófobos.
Os milhões de humanos que habitam o planeta são heterossexuais, mas não se deve afirmar que são homofóbicos só porque não gostam de parceiros (as) do mesmo sexo.
Há milhões de homens que não gostam que as mulheres lhes ocupem o lugar, mas não se pode afirmar que sejam machistas.
Pode-se não gostar da social democracia, do socialismo ou do comunismo, mas não se pode afirmar que por via disso se seja fascista.    
Na Declaração Universal dos Direitos do Homem diz-se que todos temos direito à diferença pelo que é difícil de entender porque razão as minorias se manifestam publicamente injuriando e exigindo às maiorias que lhes sejam iguais ou até que os admita.
Parece-me que as minorias entendem que tem direitos que as maiorias não devem ter onde se inclui a liberdade de ser, de se expressar e de discordar o que se entende por  antidemocrático.
As minorias devem respeitar a vontade da maioria e esta admitir e respeitar o direito à diferença.