segunda-feira, 4 de julho de 2016

A IMPORTÂNCIA

IMPORTÂNCIA
A importância é um conceito absctrato, um pensamento, alcançado a partir do imediato, da impressão sensível e do conteúdo que cada um toma por si e não aquele que outrem individualmente lhe atribui.
A aparência e a essência das coisas não se confundem.
A ciência dedica-se a tonar explícito o conteúdo dos fenômenos, no sentido de compreender a realidade e assim ser possível distinguir o aparente do essencial.
Do movimento do ir e vir entre o fenômeno e a essência, resulta a obtenção do conceito que é a compreensão da coisa.
O uso de determinados conceitos em detrimento de outros indica a maneira de observar a realidade que figura na mente de cada um.
Segundo os meus conceitos médicos um doente tem muita mais importância que um fisicamente saudável. Um idiota ou doente mental tem mais importância do que um mentalmente saudável.
Para um obstetra é muito mais importante uma gestante que uma não gravida.
Uma prostituta merece toda a atenção e disponibilidade. Enquanto uma das ditas muito “honestas,” mas que dão umas "quecas" com uns “gajos” que “engatam” nos locais de emprego, merecem menos respeito, mas tratamento igual.
Em termos futebolísticos o Ricardo Quaresma é muito mais importante que o CR 7.
Socialmente, um pobre ou sem abrigo, tem mais importância que um euro milionário.
Uma criança é mais importante que um adulto.
O mundo da realidade é um mundo onde a verdade não é dada, predestinada, não está pronta, nem acabada, nem impressa de forma imutável na consciência humana.
O mundo da realidade é a realização dessa verdade e não no que se pensa.

Só um doente mental é que pensa que a importância é o que toma para si e não a que lhe possam atribuir.