sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

ESTILO OU GÉNERO LITERÁRIO - INFORMAÇÃO AOS QUE TEM A AMABILIDADE DE ME LEREM



ESTILO OU GÉNERO LITERÁRIO
Informações
Frequentemente sou mal interpretado sobre o que escrevo quanto ao estilo ou género literário.
Muitos dos meus leitores confunde as minhas narrativas com biografia.
Sou advertido pelos amigos e conhecidos pessoais, de há longos anos, que por vezes os meus “contos” configuram exposição da minha vida pessoal.
Em alguns casos não deixo de lhes dar razão, mas quem escreve sobre seja o que for corre esses riscos porque a interpretação dos textos cabe a quem os lê e não a quem os escreve.
Com a devida vénia apresento os meus pedidos de desculpa, mas recuso. a alterar o estilo.
Em todo o caso, é minha obrigação elucidar sobre o que é uma biografia e alguns estilos ou géneros literários:
- LIRICO
caracteriza-se por expressar emoções, sentimentos e sensações, sendo um texto subjetivo. A grande maioria das poesias pertencem a este gênero, mas podem também pertencer ao gênero épico, dramático ou narrativo.
- DRAMÁTICO
tragédia, comédia, tragicomédia, farsa.
- ÉPICO
Característica a presença de um narrador que fala do passado, o que faz com que os verbos apareçam no tempo pretérito.
- NARRATIVO
A narrativa é uma exposição de factos, interligados que ocorrem ao longo de certo tempo e possui elementos básicos na sua composição.
Desenvolve-se em torno de um enredo, a partir do qual se chega ao tema, que é o motivo central do texto.
A narrativa literária pode ser apresentada na forma de prosa e verso estando agrupada em três gêneros: narrativo, lírico e dramático.
Há um narrador, que conta o que acontece, não deve ser confundido com o personagem do texto.
Pode ser um personagem que participa da acção e neste caso trata-se de um narrador em primeira pessoa.
Quando não participa da história, mas apenas relata, trata-se de um narrador em terceira pessoa.
Os personagens de uma narrativa podem ser descritos do ponto de vista físico e psicológico.
Os personagens são o protagonista, antagonista, personagem secundária e figurante. Entre as formas de narrativas em prosa, destacam-se:
- O romance que aborda uma narrativa longa, com vários personagens que vivem diferentes conflitos e cujos destinos se cruzam num enredo narrado numa sequência temporal, podendo contar diferentes tipos de histórias.
Existe uma relação temporal entre os factos, mesmo que não sejam narrados na sequência temporal em que ocorreram, é sempre possível reconstituir essa sequência.
Na sua estrutura apresenta quatro elementos: O narrador, a personagem, o enredo e o tempo.
O narrador conta o que aconteceu.
Pode ser uma das personagens ou relacionar-se com outras e neste caso é um narrador em primeira pessoa.
Personagens são os elementos do texto que praticam as ações e provocam o desenvolvimento da história.
A personagem principal de um romance é chamada de protagonista.
Enredo é o motivo central do texto.
Num romance pode existir o tempo cronológico e o tempo psicológico.
O tempo cronológico é o tempo exterior, marcado pela passagem das horas, dos dias etc. Os factos do enredo podem ser organizados numa sucessão temporal.
O tempo psicológico é o tempo interior que decorre dentro das personagens.
Sendo  subjetivo, não pode ser medido ou calculado.
É o tempo da memória, das reflexões.
- A novela é uma narrativa menos abrangente que o romance, composta de uma série de unidades encadeadas, mas articulada em torno de um personagem central.
- O conto é uma narrativa mais curta, compacta e concentra-se em torno de um só personagem, onde só existe um conflito num espaço de tempo reduzido.
- A crônica possui um texto mais informal, que relata acontecimentos do dia a dia, onde várias vezes o cronista sutilmente denuncia algum problema de ordem social.
- A fábula é uma pequena narrativa que expressa uma mensagem de fundo moral onde os animais que representam tipos humanos.