quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

EX. PRIMEIRO MINISTRO - JOSÉ SÓCRATES - CORRUPTO?

CÓDIGO PENAL PORTUGUÊS

Artº 372
Se José Sócrates consentiu, ratificou, solicitou ou aceitou vantagens patrimoniais e não patrimoniais indevidas, pergunta-se:
                                   - QUAL É A IDENTIDADE DO CORRUPTOR?
Artº 373
Corrupção Passiva.
Se José Sócrates consentiu, solicitou ou aceitou vantagens patrimoniais ou não patrimoniais ou qualquer promessa para a prática de um qualquer ato ou omissão contrários ao dever do cargo Público, pergunta-se: 
                                  - QUAL A IDENTIFICAÇÃO DO CORRUPTOR?

Artº 374
Corrupção Acriva.
Se alguém der ou prometer a funcionário público ou a terceiro por indicação, ou com conhecimento do funcionário, vantagens.patrimoniais ou não patrimoniais, pergunta-se:

                                              QUEM DEU OU QUEM PROMETEU?

Não se nega a presunção de inocência, nem o grau de culpabilidade de José Sócrates. Mas, sem se saber que é, ou quem são os CORRUPTORES, a detenção de José Sócrates é duvidosa senão surrealista.
Quando a Assembleia da República Portuguesa aprova leis que beneficiam os corruptores como as grandes empresas de construção civil, imobiliárias, e o sistema financeiro contribui, indubitavelmente, para a existência de corruptos.
Para a boa decisão da causa entende-se que os corruptores já deviam de ter sido identificados e detidos, com quanto não se viole o segredo de justiça.
Investigue-se os Partidos Políticos que recebem comparticipações dos banqueiros e das grandes empresas ligadas à Construção Civil.
Investigue-se os deputados que fazem as leis.
Investigue-se quem as homologa. 
Investigue-se as concessionárias e os seus acionistas que exploram as ex-SCUTS, as auto-estradas portuguesas, AS ÁGUAS, OS TRANSPORTES, AS ELÉCTRICAS, ETC.
Investigue-se a Autoridade Tributária e Aduaneira.
Investigue-se os Institutos e as IPSS. (Instituições Públicas de Solidariedade Social)
Obter-se-ão muitas respostas e certamente que os milhares que gerem o País irão fazer companhia ao ex.Primeiro Ministro José Sócrates.