segunda-feira, 4 de agosto de 2014

COMPARADOS COM OS BAQUEIROS E ALGUNS POLITICOS PORTUGUESES OS MAFIOSOS SÃO PUROS APRENDIZES

Desde o Banco Internacional do Funchal (BANIF) passando pelo Millénium (BCP) Banco Português de Negócios (BPN) e ultimamente pelo Banco Espirito Santo (BES), os portugueses tem sido confrontados com um cem numero de vigaristas e burlões que impunemente dão continuidade à sua saga de vigarisses e crimes de burla.
Os políticos que assentam o traseiro no Governo, na Assembleia da República, nos Ministérios são coniventes com esta quantidade de vigaristas e burlões.
Os banqueiros e empresários burlões subsidiam os maiores Partidos Políticos Portugueses para que ganhem as campanhas eleitorais.
Quando são Poder têm de devolver os "favores" aos burlões que neles investiram pelo que não se encontram ao serviço dos seus concidadãos que exploram até à espinal medula sobrecarregando-os de impostos para "cobrir" as burlas dos que os subsidiaram.
Os Portugueses continuam a pagar, com os seus impostos, as burlas praticadas no sistema bancário português.
Agora temos mais um caso denominado BES do senhor Ricardo Salgado Espirito Santo. 
Cerca de 6 mil milhões de Euros (€).
Dizem os políticos que não há problema para os Portugueses, que estão isentos de contribuir para estas burlas porque há um "fundo" de 12 mil milhões de € emprestados pela TROIKA através do FMI e do BCE, para garantir o sistema financeiro de Portugal, como quem diz para "salvar" os vigaristas.
Dizem que desses 12 mil milhões de € já foram gastos 6 mil milhões para emprestar aos bancos acima identificados.
Assim, dizem eles que "ainda há 6 mil milhões para capitalizar o BES e que o desgraçado do povo Português não vai ser penalizado em impostos em consequência destas burlas.
O que incomoda é os políticos portugueses, todos eles uma cambada de imbecis e parasitas sociais que nunca trabalharam na sua vida  fazerem dos portugueses um povo de atrasados mentais. Provavelmente até são pois caso contrário já tinham acabado com estes assaltantes.
Será que o FMI e o BCE faz empréstimos a custo zero para garantir a sobrevivência dos banqueiros e a funcionalidade do sistema bancário português?
Sabemos que não há um único português que acredite que assim seja, mas como são uma cambada de subservientes seguem o principio do "deixa andar." 
A verdadeira questão é a existência de uma promiscuidade entre o políticos e o sistema financeiro que funciona mais ao menos assim.
Subsidiam as campanhas eleitorais. O Partido Político mais subsidiado tem a possibilidade de fazer uma excelente campanha e ganhar as eleições. Os subsidiários exigem que no Poder sejam colocados os elementos que serviam os interesses destes vigaristas e burlões. Alguns até são funcionários das empresas que subsidiam os Partidos Políticos. A titulo de exemplo só no BES há 34 indivíduos que foram Secretários de Estado, Ministros, e Deputados.
Quando se acabem os mandatos regressam novamente as empresas que os subsidiaram, ou são novamente eleitos.
Para esclarecimento de toda a verdade era salutar e legal que o Ministério Público Português investigasse os milhares de euros com que o BES, subsidiou o Partido Social Democrata (PSD) do actual senhor Passos Coelho e do senhor Cavaco e Silva e também o Partido Socialista.
TENHO VERGONHA DE SER PORTUGUÊS E DOI-ME O CORAÇÃO VER OS MEUS CONCIDADÃOS FICAREM MAIS POBRES, AS CRIANÇAS A PASSAREM FOME, AUMENTAREM O NUMERO DE SEM ABRIGO E O NUMERO DE EMIGRANTES A CADA DIA QUE PASSA.
NOS ESTADOS UNIDOS ESTES VIGARISTAS ESTAVAM NA CADEIA E NA CHINA JÁ TINHAM LEVADO UM TIRO NA NUCA.
Em Portugal a justiça é o que é:. Prende o homem que roubou  075€ e solta os que roubam 5 mil milhões.
O problema da justiça Portuguesas é que a maioria dos agentes judiciais onde se inclui os advogados são provenientes de faculdades de Direito Privadas subsidiadas pelos burlões a que pomposamente chamam de LOBIS, que mais não são que LOBOS à espreita das suas presas.
Devia-mos seguir o Hino Português - ÁS ARMAS, ÁS ARMAS! PELA PÁTRIA LUTAR, CONTRA OS BURLÕES MARCHAR! MARCHAR!