domingo, 3 de novembro de 2013

AS VIVÊNCIAS CONTRADITÓRIAS DE UM OBSTETRA.

ANSIOSA, PORQUE DESCONHECE,
DESDE QUANDO 
A MENSTRUAÇÃO NÃO LHE APARECE.
FAÇO CONTAS. NÃO ESTÁ CERTO
USO A SONDA PARA DETERMINAR O CORRETO.
VEJO UM "SACO" UM EMBRIÃO 
ONDE BATE UM "CORAÇÃO"
COM UM SORRISO DE AMIGO
DOU-LHE A INFORMAÇÃO ESPERADA.
MINHA QUERIDA ESTÁS GRÁVIDA!
LEVANTA-SE INCOMODADA..
NÃO QUER O FILHO PARA NADA
NÃO ESTÁ "PREPARADA."
INSENSÍVEL
DIZ QUE A GRAVIDES FOI IMPREVISÍVEL.
ACONTECEU...
FOI SEM "QUERER"
PERGUNTA-ME SE A PODE INTERROMPER.

O REVERSO

DECORRIDOS ALGUNS MOMENTOS
NOVOS ACONTECIMENTOS.

CHORA CONVULSIVAMENTE
PORQUE SANGRA COPIOSAMENTE.
QUE SE PASSA? PERGUNTO EU.
DOUTOR ESTOU A ABORTAR?
DIGA.ME SE O MEU BEBE MORREU?
NÃO SEI, VAMOS OBSERVAR.
OBSERVO
O FETO NÃO SE DESENVOLVEU.
 "CONFUSO", TACITURNO
NÃO CONSIGO TRANSMITIR
À JOVEM EM SOFRIMENTO
QUE AINDA ESTÁ PARA VIR
UM MUNDO DE ILUSÕES
ONDE DEIXE DE EXISTIR
TANTAS CONTRADIÇÕES.

FAZ-ME SOFRER!