segunda-feira, 3 de junho de 2013

ADMITE-SE A IGNORÂNCIA DOS MENOS CULTOS, O QUE NÃO SE ADMITE É A IGNORÂNCIA JORNALISTICA.

TESTE COM VINAGRE PODE EVITAR MORTE POR CANCRO

ARTIGO PUBLICADO NO JORNAL DE NOTICIAS DE 03.06.13 PÁGINA 04

Sob o título em epígrafe o Jornal de Noticias fez publicar um artigo que não me inibo de transcrever não no sentido crítico, porque não perco tempo com imbecilidades jornalísticas, mas antes com o objetivo de transmitir conhecimentos a todas as mulheres.

TÍTULO DO ARTIGO
TESTE DO VINAGRE PODE EVITAR MORTE POR CANCRO.
ESTUDO.
Um simples teste com vinagre poderá evitar 73 mil mortes de cancro do colo do útero por ano em todo o Mundo, refere um estudo Indiano.
O teste Papanicolau conseguiu reduzir os casos, mas há países como a Índia onde não está disponível e continua a ser a principal causa de morte.
Um funcionário dos cuidados de saúde primários passa vinagre no colo do útero, o que faz com que os tumores pré-cancerosos fiquem brancos. Os resultados são conhecidos logo a seguir quando utiliza uma luz brilhante na zona. O estudo feito em 150 mil mulheres concluiu que o teste reduziu 31% as mortes.

COMENTÁRIO
Era nos grato saber com que fundamentos médico científicos um FUNCIONÁRIO? Diz que o teste do vinagre pode evitar 73 mil mortes em todo o mundo.
Tal afirmação permite-nos presumir que o dito funcionário nunca saiu da Índia e daí ser esse o seu mundo.

Recuso aceitar a ideia de que na Índia não se proceda ao rastreio do cancro do colo uterino utilizando-se o teste de Papanicolau que é um exame simples e econômico.

Sabe-se que as células superficiais do colo uterino quando se encontram alteradas são ricas em glicogénio e por tal razão têm uma apetência para o ácido acético (vinagre), daí as zonas ACETO BRANCAS, o que não é sinônimo de células cancerosas e muito menos de cancro.

A história da LUZ BRILHANTE” também não me parece um exame muito credível e por conseguinte não aceitável.

Portanto aconselho as mulheres a não introduzir vinagre nem luzes brilhantes na vagina para a execução de teste de cancro do colo uterino porque correm o risco de sofrerem queimaduras.

RASTREIO DO CANCRO DO COLO UTERINO
O Papanicolau ou Citologia Cervico Vaginal é um exame que deve ser feito a todas as mulheres com vida sexual ativa.
Colhe-se as secreções do colo uterino, faz-se um esfregaço em lamela, fixa-se com um fixador que pode ser laca (método convencional) e envia-se para o laboratório.
No entanto, desde há cerca de 20 anos, o exame acima descrito tem vindo a ser substituído por um outro denominado THIN PREP PAP TESTE, no qual as secreções colhidas são introduzidas em meio líquido e de igual modo enviadas para o laboratório.
O THIN PREP PAP TESTE é um método mais eficaz de diagnóstico, mas e no entanto é mais dispendioso, em cerca de 10€, do que o método do esfregaço.
O laboratório transmite os resultados ao médico segundo a classificação de Bethesda e em função dos mesmos determina outros procedimentos como:
Não tomar qualquer atitude nos casos de Grau I;
Tratar nos casos de inflamação ou agentes infeciosos (grau II);
Proceder a outros meios complementares de diagnóstico como nos casos de infeções por HPV, (HUMAN PAPILOMA VÍRUS), ASCUS (Células Escamosas Atípicas de Significado Indeterminado que representam 4 a 6% do total dos exames feitos) LSIL  (Lesão intra epitelial de baixo grau), HLSI (lesão intra epitelial de alto grau), e assim por diante até outras classificações de significado, diagnóstico (CIN I; II, III) e prognóstico mais reservado que me escuso a descrever por exaustivos e evitar angústias desnecessárias nas mulheres.
Após a informação do laboratório procedemos a um exame denominado COLPOSCOPIA, que se traduz pela observação através de um microscópio de elevada resolução adaptado à vagina e que se chama COLPOSCOPICO.
Procedemos à limpeza das secreções e aplicamos ácido acético, vulgo vinagre, a 3% ou 5 % e observamos se surgem zonas aceto brancas.
Na presença de zonas aceto brancas procedemos à aplicação de lugol forte  (Solução de Schiller) e observamos os locais de reação.
Havendo reação procedemos à biopsia desses locais enviando os produtos para o laboratório que faz o diagnóstico ou não, porque muitas vezes é negativo, de cancro do colo uterino.
Portanto o diagnóstico de cancro do colo uterino é um diagnóstico anatomopatológico e não um diagnóstico feito através do vinagre.

SÓ NA ÍNDIA! Com o respeito que é devido aos indianos.

SÓ EM PORTUGAL É QUE SE PUBLICA UMA NOTICIA DESTE GÊNERO.

CARAS E ESTIMADAS SENHORAS, NÃO INTRODUZAM VINAGRE NA VAGINA PORQUE É UM ÁCIDO, ALTERA O PH VAGINAL, DESENCADEIA DOENÇAS DENOMINADAS VAGINITES E PODEM FICAR COM UMA VULVA/VAGINITE POR QUEIMADURA.