quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

O DELÍRIO PORTUGUÊS DAS ESTATÍSTICAS

07.12.2013
FETO HUMANO JÁ FORMADO FOI LANÇADO PARA UMA CONDUTA DE ESGOTOS.


08.12.2013
PADRASTO SUSPEITO DE CINCO VIOLAÇÕES DETIDO PELA POLICIA.
ABUSADOR DE SOBRINHA DETIDO PELA POLICIA.

09.12.2013
EM PORTUGAL CINCO CRIANÇAS POR DIA SÃO VÍTIMAS DE CRIMES SEXUAIS.
1800 CRIMES SEXUAIS COM MENORES.
O ABUSO SEXUAL DE CRIANÇAS REGISTOU 1074 CASOS, 459 VIOLAÇÕES, 127 ACTOS SEXUAIS COM ADOLESCENTES, 88 ABUSOS SEXUAIS COM PESSOA INCAPAZ
52 ABUSOS DE MENORES DEPENDENTES
94,8% DOS AGRESSORES SÃO MASCULINOS
44% DOS ABUSOS SEXUAIS SOBRE CRIANÇAS O AGRESSOR É UM FAMILIAR.
22% SÃO CONHECIDOS OU AMIGOS DA FAMÍLIA.
34% SÃO OUTROS RELACIONAMENTOS.

UM ESTUDO QUE ABRANGEU COIMBRA, LEIRIA, LISBOA E FARO DETERMINOU QUE 50% DAS CRIANÇAS VIVE COM OS PAIS.
26,2% INTEGRADAS NUMA FAMÍLIA MONOPARENTAL.
5,4% VIVE COM OS AVÓS.
3,1% ESTÁ EM AMBIENTE FAMILIAR RECONSTITUÍDO.
2,3% VIVEM EM INSTITUIÇÕES
83% DOS AGRESSORES SÃO CAUCASIANOS.
17% SÃO AFRICANOS.
82% SÃO PORTUGUESES.
13,3% SÃO ORIUNDOS DE PAÍSES AFRICANOS
31,4% SÃO TRABALHADORES NÃO QUALIFICADOS.
18,2% SÃO TRABALHADORES QUALIFICADOS.
14% SÃO TRABALHADORES DAS ÁREAS DE SERVIÇOS.
12,4% SÃO DESEMPREGADOS.
A MAIOR PARTE DOS AGRESSORES NÃO POSSUI CADASTRO.

PERGUNTEM O QUE SE TEM FEITO OU QUE SE FAZ PARA DEBELAR E REDUZIR ESTE TIPO DE CRIME. NADA!!

É POR ESTAS RAZÕES QUE DESDE HÁ SEIS ANOS QUE QUASE NÃO DURMO, ANDO ANSIOSO, REVOLTADO, PREOCUPADO COM O MEU FILHO ORA COM DOZE ANOS CUJA MÃE OBRIGA A QUE CONVIVA COM O PADRASTO, UM ENERGÚMENO DA PIOR ESPÉCIE E QUE ESTÁ JUDICIALMENTE IMPEDIDO DE CONVIVER COM A SUA FILHA.

O TRIBUNAL DE FAMÍLIA E MENORES E O MINISTÉRIO PÚBLICO TÊM CONHECIMENTO MAS NÃO ACTUAM O QUE ME OBRIGARÁ A TOMAR AS MEDIDAS NECESSÁRIAS SE O MEU FILHO FOR VIOLADO OU ABUSADO..

ORAM DIGAM QUE NÃO É "MARAVILHOSO" VIVER EM PORTUGAL RICO EM ESTATÍSTICAS MAS PARCO, MUITO PARCO, NAS ACTUAS DOS TRIBUNAIS.






segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

OS PERIGOSOS ASSASINOS


Os perigosos assassinos não são os teus prováveis inimigos nem um daqueles assaltantes que te surge ao virar de uma esquina.
Destes tu tens sempre a possibilidade de te defender.

PERIGOSOS ASSASSINOS SÃO aqueles a quem deste a vida, amaste ou ainda amas, com quem conviveste anos a "fio", a quem te dedicaste, por quem lutaste, a quem deste o que não tiveste, em quem acreditaste, confiaste, e que de repente, sem motivo aparente te abandonam e destroem a tua vida económica e afectiva.

PERIGOSOS ASSASSINOS SÃO aqueles que te juravam diariamente que te amavam mas que nas tuas aflições te desejam a morte, querem ver-te na cadeia sem que tenhas cometido qualquer crime e até testemunham falsamente contra ti.

PERIGOSOS ASSASSINOS SÃO aqueles que te agridem física e psicologicamente, que te torturam e matam lentamente.
PERIGOSOS ASSASSINOS SÃO os que estão à tua volta. PENSA AGORA A QUEM ME REFIRO E QUEM SÃO ELES! 

PERIGOSOS ASSASSINOS SÃO AINDA ALGUNS GOVERNOS QUE ATIRAM OS SEUS CONCIDADÃOS PARA A FOME E MISÉRIA.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

JUSTIÇA À MODA PORTUGUESA.

Um alegado ladrão, que se encontrava preso, numa prisão Portuguesa, por crimes praticados antes do que agora se descreve, não foi acusado, nem levado a Tribunal pela pratica de um crime de assalto a um posto de abastecimento de gasolina.
Este ultimo assalto foi abjecto de um processo que foi arquivado pelo Procurador do Ministério Publico com e nos seguintes fundamentos:

"OS RESPONSÁVEIS PELA PRISÃO NA QUAL O PRESUMIDO ASSALTANTE SE ENCONTRAVA, NUNCA DISPONIBILIZARAM UMA VIATURA PARA O TRANSPORTAR AO TRIBUNAL E ATÉ AO LOCAL ONDE SERIA REALIZADO UM RECONHECIMENTO PESSOAL NECESSÁRIO À CONTINUAÇÃO DO PROCESSO."

"FORAM REALIZADAS DILIGÊNCIAS NO SENTIDO DE SER FEITO O RECONHECIMENTO PESSOAL DO PESSOAL."

"APESAR DO LONGO ESPAÇO DE TEMPO DECORRIDO, NÃO FOI POSSÍVEL CONCRETIZAR A DILIGÊNCIA PORQUE O AGENTE DOS FACTOS SE ENCONTRA NO ESTABELECIMENTO PRISIONAL E TAL ESTABELECIMENTO NUNCA SE DISPONIBILIZOU A TRANSPORTAR O INDIVÍDUO EM CAUSA."

CONCLUINDO: 
UM INDIVÍDUO ESTÁ PRESO POR VÁRIOS ASSALTOS. HÁ UM PROCESSO DE OUTRO ASSALTO EM FASE DE INQUÉRITO. A CADEIA NÃO O TRANSPORTA AO TRIBUNAL E O PROCURADOR DA REPUBLICA ILIBA O ASSALTANTE.

DESCONHEÇO SE A HISTÓRIA É OU NÃO SURREALISTA MAS FOI PUBLICA NUM DOS JORNAIS MAIS LIDOS EM PORTUGAL.  

DIZ A VITIMA: QUE EM PORTUGAL SER CRIMINOSO COMPENSA.

domingo, 1 de dezembro de 2013

ESTE É O PORTUGAL DE HOJE VISTO POR UM MILITAR

Sr. Ministro Poiares Maduro
Deixe que me identifique – Paulo M M de Athayde Banazol – contribuínte 131295420 – com todos os impostos pagos ao Estado.
Ouvi a sua intervenção acerca da “inevitabilidade” de cortar pensões e outras prestações sociais. A ser verdade – espero que não ! – Deixe-me arrolar algumas áreas – garantidamente do seu conhecimento – aonde o Governo pode “inevitavelmente” cortar:

Deputados – são 330 no Continente e Ilhas, com vencimentos (3.624,41 €/mês), despesas representação (370,32€), prémios de presença no Plenário (69,19€), deslocações (0,36 €/Km) deslocações em “Trabalho Político” (se é que se sabe o que isto é !) 

Território Nacional (376,32€), Europa (450,95€) fora da Europa (1.074,80€), deslocações em representação da AR – nacional (69,19€/dia), estrangeiro (133,66€/ dia) e as regalias / mordomias de todos conhecidas e que, se perguntar aos portugueses, todos classificam de escandalosas, absolutamente fora de contexto e imerecidas.
Alguém viu ou ouviu falar da “inevitabilidade de cortes” no número, remunerações e mordomias destas senhoras e senhores?
Porque não pagam os deputados as refeições ao preço do comum dos portugueses, menos do nosso bolso, menos dos impostos dos portugueses! Não me fale em demagogia, o exemplo TEM que vir de cima!

Presidente da AR que se reformou com 12 ( DOZE !) anos de actividade com uma pensão de 7 mil e muitos Euros, aqui não se põe a “inevitabilidade de cortes”?
Mordomias com Assessores e Secretárias, subvenções vitalícias a políticos e Deputados, custos com a Presidência da República, que por sinal gasta mais do que a Casa Real Espanhola!
Centenas de Juntas de Freguesia e dezenas de Câmaras Municipais, vereadores, assessores, “especialistas” e comissões, aonde está a “inevitabilidade dos cortes”?
Para quando a VERDADEIRA renegociação das PPP’s, SWAP’s SCUT’s e Rendas Energéticas bem como a devolução aos cofres do Estado dos milhões “emprestados” ao BPN ?
De acordo com o Prof Boaventura Santos, se considerados os cortes nestas áreas a poupança seria de cerca de 2 mil e cem milhões de Euros e já agora faça-me um favor ministro Poiares Maduro, não me diga que o Prof Boaventura Sousa não é conhecedor da realidade e demagogo.
Juízes do Tribunal Constitucional e Juízes, para quando os “inevitáveis cortes” nos vencimentos e subsídios de residência bem como a regularização dos tempos de serviço para obtenção da reforma?
Viaturas do Estado, de um total de largas centenas “cortaram” ½ dúzia!
Extraordinário esforço!

Campanha Eleitoral para as Autárquicas, 9,7 milhões, “inevitabilidade dos cortes”?
Fundações, como diz a nossa Gente, “tanta parra e pouca uva”,cortaram?
Quantas, aonde, quais , poupanças ?
O mesmo relativamente às “milhentas” Comissões, “inevitabilidade dos cortes” ?
Vencimentos, mordomias e Regimes Especiais na TAP, ANA, CP, CGD, Metro, TV, etc,  aonde está “inevitabilidade dos cortes” ?
Parque Escolar ?
Palestina ?
SCUT’s ?
IMI / edifícios pertença dos partidos políticos
Milhentas nomeações de assessores, especialistas e consultores?

Surpreende-me (para não dizer mais nada ) a determinação do Governo na defesa da “inevitabilidade de cortes” nas pensões, será que o vai fazer às atribuídas ao Drº Jardim Gonçalves, juízes, deputados, etc ?
A Vossa determinação parece ter um só “alvo”, os fracos e sem voz, à minha mãe – 84 anos e numa cadeira de rodas, a Vossa determinação tirou 60 em 800 euros.
Ao ex-presidente Soares - 500.000 E (fora a Fundação) e Sampaio – 435.000 E (fora a Fundação Cidade Guimarães) - não se viu ou ouviu aplicar a “inevitabilidade de cortes”, serei eu que, nos meus quase 60, ando distraído.
Quando responsabiliza e prende, os governantes responsáveis pelos atropelos por esbanjar de dinheiros públicos ?
A “inevitabilidade dos cortes” justifica cortes na ajuda à saúde aos militares e funcionários públicos e mantém o nível de impostos às pessoas acima do taxado às empresas – Bancos e Companhias de Seguro com lucros inacreditáveis para um país em crise, aonde a “inevitabilidade” de ajustar impostos?
Os “inevitáveis cortes” ministro Poiares Maduro, cessam quando o Estado e o Governo de que faz parte, cortarem aonde TÊM que cortar e na minha opinião, deixarem de esbanjar dinheiro, de privilegiar uns à custa dos dinheiros de outros e de acabar com as excepções aos sacrifícios que, parece, não são suportados por todos por igual, até lá, não haverá “inevitáveis cortes” que suportem este estado de coisas.

Porque não quero tornar estas linhas em assunto pessoal, não refiro os “inevitáveis cortes” que a minha pensão tem vindo a sofrer e que, por vontade Sua, vai ser alvo de mais “inevitáveis cortes”.
Até quando ministro Poiares Maduro os “inevitáveis cortes”, quando o rendimento disponível chegar a ZERO?
Ainda e longe de completar o rol:
1 - Victor Constâncio, actuação com Governador do BdP e custos
2 - Madeira e as obras faraónicas do Governo
3 - Reformas de Luxo – o nº de reformados que ganhavam 4000 (ou mais) euros engordou cerca de 400%
4 - CP - de acordo com a folha salarial da CP, um inspector-chefe de tracção recebe 52,3 mil euros, há maquinistas com salários superiores a 40 mil euros e operadores de revisão e venda com remunerações que ultrapassam os 30 mil euros / ano.
5 – A lei de financiamento de campanhas - a recente decisão do Governo de aumentar os montantes dos ajustes directos permitidos a governantes e autarcas permite fuga aos impostos
6 – BdP – os privilégios e despesismo do Banco prolongam-se numa lista longa e ofensiva
7 – EDP – 800 viaturas para um total de 1800 funcionários com facturas anuais de combustível de 10 000 E
8 – Viaturas EP – em 63 EP há 224 carros para gestores que custaram ao Estado 6,4 milhões de euros – fora o resto !
9 – Os milhares de Euros em Ajustes Directos que põem em causa a "concorrência, a igualdade, a transparência e a boa gestão dos dinheiros públicos", pelo que podem "agravar o risco" de corrupção.
10 - Despesas de representação, Cartões de Crédito e telemóveis
11 – Projectos ruinosos tipo aeroporto de Beja
12 – Milhões injectados nas PPP’s e Banca Privada etc .
Muitos, muitos mais casos haveria para arrolar ministro Poiares Maduro que são do conhecimento de todos nós, aonde o esbanjar de dinheiros públicos se vê à vista desarmada e que, se combatido com a DETERMINAÇÃO dos portugueses que fizeram Portugal, talvez evitasse os “inevitáveis cortes” que a sua determinação entende serem necessários.
É por causa de tudo que arrolei e o do muito que ficou por arrolar, que Membros do Governo são assobiados e apupados, nem todos os que assim procedem são comunistas.

Ministro Poiares Maduro, estou longe, MUITO LONGE, da política e políticos pelo que não tenho simpatia por políticos e filiação em NENHUMA força política.
Filiei-me quando com 20 e poucos anos, jovem oficial - Jurei Bandeira – essa é a minha única Filiação pelo que tenho MUITA dificuldade em entender estas situações, bem como a “inevitabilidade dos cortes”, que considero profundamente injustos para a os portugueses.
Coisas de Soldado!

Cumprimenta
Coronel de Cavalaria  Paulo Banazol

domingo, 24 de novembro de 2013

SERIEDADE DA JUSTIÇA PORTUGUESA


Meditando sobre a seriedade.
O conceito de seriedade diz que devemos ser sérios, ou seja, HONESTOS. 
Da minha experiência judicial de seis anos conclui que a Justiça ainda que cega se rege pelo Principio da seriedade. 
No entanto, a falta de seriedade reside nos seus atores (juízas e magistradas) que, no meu modesto entender, se arrogam de poderes, que nunca lhe foram conferidos, para lesar gravemente os seus concidadãos e em especial os que tem a coragem de se lhes opor, ou aqueles que por qualquer razão, vá-se lá saber qual, não lhes são simpáticos, mas que se presume de questões profissionais ou de inteligência.
Não é sério um magistrado do MP que acusa um cidadão de ser muito inteligente, como se isso fosse crime, pese embora  nunca ter determinado que fosse submetido a testes de inteligência e se desconhecer o que é que legalmente se entende por inteligência elevada.
Não é séria uma juíza que de uma forma velada insinua que "OS MÉDICOS..."  de onde facilmente se depreende que ela terá algum "assunto pendente" quiçá de amor com os médicos. ou com algum médico.
Os cidadãos que recorrem à justiça Portuguesa correm graves riscos de serem "bodes expiatórios" das frustrações das magistradas e das juízes que são a principal causa do mau funcionamento e da descredibilidade da justiça Portuguesa.
Uma juíza que toma "calmantes." (ansiolíticos) que por vezes vai "sonolenta" para os julgamentos, que absolve ou condena segundo a sua "disposição" não é credível.
Um juiz em processo de divorcio litigioso que frequentemente se alcoolizava e a meio da noite ia para a porta da casa da ex. mulher injuria-la na presença dos filhos menores de ambos, devia de ser impedido de no dia seguinte julgar crimes passionais.  
Um procurador que para além de consumir traficava estupefacientes devia ser impedido fazer inquéritos e constituir arguidos presumíveis traficantes. 
Um juiz que durante as sessões se apresenta com alterações do humor. "Arrasta" a voz e se encontra sob o efeito de fármacos sedativos e ou hipnóticos, devia ser denunciado pelos advogados e pelo Ministério Público, mas não foi.  
Depois do julgamento ter findado, esse mesmo juiz não deu a sentença por motivos de doença. Posteriormente soube-se que se encontrava de "baixa psiquiátrica."
De repente, o "acusado" é confrontado nas varas criminais quando nunca cometeu qualquer crime excluindo-se o facto de ir à procura do seu filho quando a mãe não o entregava em conformidade com o que se encontrava determinado pelo Tribunal de Família e Menores.
Não é sério a Paupérie, que mais parecia um empregada doméstica de que uma juíza, com o devido respeito para com as empregadas domésticas. 
Não é sério o Sorrizinhos que impede a liberdade de expressão, o direito de contradita, admite testemunhas com inimizade grave com uma das partes.
Não é sério aquele sportinguista que durante as audiências mais não fazia que visionar no computador que lhe estava distribuído os jogos dos Sporting.  
Ora, na presença de enorme falta de seriedade e de seis anos de martírio é fácil um comum mortal sair do sério, por mais santo que seja.  
Mas os funcionários da justiça entendem-se por sérios e por seriedade o simples uso da Beca, da Toga, do Martelo durante as audiências.
OU O USO DAQUELES MEDALHÕES SUSPENSOS POR UM COLAR, OURO?, QUE NENHUM PORTUGUÊS OU EUROPEU SABE  A ORIGEM E O SIGNIFICADO, QUE LHES DÁ ALGUM FAUSTO E SOLENIDADE, MAS DE ONDE FICA EXCLUÍDA A DIGNIDADE.



domingo, 10 de novembro de 2013

OS ORGÃOS DE SOBERANIA PORTUGUESES . E OS JUÍZES

SEGUNDO A CONSTITUIÇÃO DA REPUBLICA PORTUGUESA A ORGANIZAÇÃO POLITICA EM PORTUGAL É CONSTITUÍDA POR QUATRO PODERES PARALELOS A QUE CHAMAM ÓRGÃOS DE SOBERANIA.
SÃO ELES:
A PRESIDENTE DA REPUBLICA.
O PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA.
O GOVERNO.
OS TRIBUNAIS
O PRESIDENTE DA REPUBLICA É ELEITO POR SUFRÁGIO DIRETO, OU SEJA, É ELEITO PELOS SEUS CONCIDADÃOS ATRAVÉS DE ATOS ELEITORAIS E CONSEQUENTEMENTE POR VOTOS.
O GOVERNO E OS DEPUTADOS QUE COMPÕEM A ASSEMBLEIA DA REPUBLICA SÃO ELEITOS POR SUFRÁGIO AINDA QUE NÃO DIRETO PORQUE SÃO CANDIDATOS INDICADOS PELOS PARTIDOS POLÍTICOS.
DESTE SISTEMA RESULTA QUE OS INDIVÍDUOS QUE COMPÕEM O GOVERNO, ONDE SE INCLUI O PRIMEIRO MINISTRO, OS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA MAIS NÃO SÃO QUE UMA CAMBADA DE SUBSERVIENTES QUE OBEDECEM ÀS DIRETRIZES IMANADAS DOS SEUS PARTIDOS POLÍTICOS. 
QUER O GOVERNO QUER OS DEPUTADOS  DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA SÃO NOMEADOS PARA DEFENDER OS DIREITOS E INTERESSES PARTIDÁRIOS QUE MAIS NÃO SÃO QUE OS SEUS PRÓPRIOS INTERESSES. 
A PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA É ELEITA PELOS DEPUTADOS.
NÃO SENDO ELEITA PELOS SEUS CONCIDADÃOS É DESCONHECIDA DOS MESMOS.
TEM POR FUNÇÃO REGULAR O FUNCIONAMENTO DA ASSEMBLEIA E DEFENDER OS INTERESSES DOS QUE A NOMEARAM PARA AS FUNÇÕES OU SEJA OS PARTIDOS POLÍTICOS.
ASSIM, CHEGAMOS À TRISTE CONCLUSÃO QUE O GOVERNO, OS DEPUTADOS, A PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA EXISTEM PARA DEFESA DOS PARTIDOS POLÍTICOS E CONSEQUENTEMENTE DOS INDIVÍDUOS QUE OS COMPÕEM .
FACILMENTE SE DEPREENDE DA CORRUPÇÃO EXISTENTE EM PORTUGAL. 
EM TODO O CASO TEMOS QUE ADMITIR QUE OS TRÊS PODERES ACIMA DESCRITOS SÓ SÃO PODER PORQUE FORAM A VOTOS. 
DESCONHECIDOS OU NÃO, SUBMETERAM-SE AOS ATOS ELEITORAIS E NOMEADOS SEGUNDO O NUMERO DE VOTOS QUE OS CIDADÃOS LHE CONFERIRAM.
O GOVERNO E OS DEPUTADOS PODEM A QUALQUER ALTURA DO SEU MANDATO SER DESTITUÍDOS, DEMITIDOS, RESPONSABILIZADOS E CONSTITUÍDOS ARGUIDOS EM FUNÇÃO DOS ATOS ILÍCITOS QUE TENHAM COMETIDO NO EXERCÍCIO DAS SUAS FUNÇÕES OU MESMO FORA DELAS. 

EM PORTUGAL NÃO EXISTE SINDICATO DO PRESIDENTE DA REPUBLICA, DE DEPUTADOS, OU DE PRIMEIROS, SEGUNDOS, VICE PRIMEIROS, MINISTROS.
NEM FARIA QUALQUER SENTIDO TAIS INDIVÍDUOS ESTAREM SINDICALIZADOS
ESTES ÓRGÃOS DE PODER, POR SEREM PODER, NÃO TEM DIREITO À GREVE COMO UM QUALQUER CIDADÃO.
SE TIVESSEM ESSE DIREITO SERIA RIDÍCULO ASSISTIR A QUE O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, O PRIMEIRO MINISTRO, OS MINISTROS, OS DEPUTADOS DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA A DECRETAREM UMA GREVE.

Os Tribunais.
Os tribunais são compostos por juízes e magistrados.
Estes senhores, após a licenciatura em Direito, concorrem ao Centro de Estudos Judiciários.
Quando aprovados são nomeados por concurso público para a magistratura ou para juízes. 
NÃO SE SUBMETERAM A ATOS ELEITORAIS, NÃO FORAM ELEITOS PELOS CIDADÃOS. LOGO, SÃO FUNCIONÁRIOS PÚBLICOS COM DEVERES E DIREITOS.
No entanto, é-lhes conferido um Poder e regalias superiores ao Presidência da República, ao Primeiro Ministro, aos Ministros, aos Deputados e ao Presidente da Assembleia da República.
São inamovíveis, não são responsabilizados, nem julgados pelos seus atos ainda que condenem inocentes ou demorem vinte anos para resolver um processo.
Aparecem nos Tribunais às horas quem muito bem entendem, não assinam a folham de ponto, adiam os julgamentos de forma arbitrária, por tempos indefinidos e sem qualquer fundamento.
Entre um não mais acabar de regalias sociais ainda tem direito a subsidio de 600,00€ para habitação.
Humilham, ameaçam, inibem a liberdade de expressão, impedem o exercício do direito de contradita, fazem uso e abuso da LIVRE CONVICÇÃO, enviam dezenas de cidadãos inocentes para a prisão, libertando, algumas vezes, comprovados criminosos.
DURANTE AS AUDIÊNCIAS AFIRMAM FREQUENTEMENTE QUE QUEM MANDA SÃO ELES E ATÉ OS ADVOGADOS LHES TÊM MEDO.  
Juízes e Magistrados que confundem EXERCÍCIO DE FUNÇÕES com o PODER DOS TRIBUNAIS.
Ora, se eles são PODER, com estatutos e regalias especiais é de difícil entendimento o facto de se encontrarem sindicalizados e "AMEAÇAREM COM UMA GREVE" se as suas "justas revindicações", dizem eles, não forem satisfeitas.
PRETENDEM SALÁRIOS MAIS ELEVADOS EM NOME DA ISENÇÃO E DA TRANSPARÊNCIA.
ISENÇÃO E TRANSPARÊNCIA QUE TENHO PROVAS PARA QUESTIONAR.
Quem revíndica maiores salários e regalias em nome da isenção e da transparência permite-nos duvidar se até ao presente têm atuado com isenção e transparência.  
Se os senhores juízes e magistrados tem direito ao sindicalismo e à greve, devem ser responsabilizados e demitidos das funções quando cometem erros grosseiros ou atuam com grave negligência no exercício das funções para as quais foram mandatados, como é normal em qualquer atividade profissional.
É que IGUAIS DIREITOS, IGUAIS DEVERES.




domingo, 3 de novembro de 2013

HISTÓRIAS MACABRAS DA JUSTIÇA PORTUGUESA

PRIMEIRO CASO.
Há um assalto.
A policia, neste caso a GUARDA NACIONAL REPUBLICANA, manda parar os assaltantes que se colocam em fuga.
Um dos policias dispara para o ar e de seguida para os pneus do veículo dos assaltantes.
Um das balas bate no pavimento, desvia a trajectória e atinge um rapaz de 11 anos que viajava no mesmo veículo dos assaltantes.
Sabe-se que um dos assaltantes é o pai da criança que a utilizava nos assaltos.
O assaltante encontrava-se fugido da cadeia e já tinha sido condenado por três vezes.
O policia é acusado de homicídio. Julgado, condenado a 9 anos de cadeia. TOMEM NOTA - NOVE ANOS DE CADEIA, e ao pagamento de uma indemnização de 60.000,00€ à mãe do rapaz e de 20.000,00€ ao pai, ou seja ao assaltante.
CONCLUSÃO:
Em Portugal os assaltantes e fugitivos da Justiça são indemnizados. OS POLICIAS VÃO PARA A CADEIA.
Aconselha-se vivamente que os policiais deixem de intervir e que deixe de proteger os seus concidadãos, defenderem a Ordem, a Segurança, a Lei, e o Estado Democrático.
JUNTEM-SE AOS ASSALTANTES.

SEGUNDO CASO.
Trafico de Estupefacientes.
Um presumido traficante de cocaína, dirige-se ao aeroporto do Porto onde tenta levantar uma mala com 16 Kgs de cocaína.
Encontrava-se referenciado pela Policia Espanhola que pediu à Policia Judiciária Portuguesa para "controlar" os traficantes.
O dito traficante é preso e julgado por um colectivo de juízes que o absolvem com e nos seguintes fundamentos.
"Declararam a nulidade da "prova" na sua livre convicção de que a "prova" foi obtida através de acção encoberta organizada e levada a cabo pela Policia Judiciaria sem as imprescindíveis autorizações judiciais.
Quer isto dizer que os policias judiciários de encontravam infiltrados no grupo.
Para actuarem tinham de ter autorização do Tribunal, ou seja dos juízes.
Isto mais não traduz que uma GUERRA DE PODERES", Os juízes e magistrados do Ministério Público querem provar que se encontram acima da Policia Judiciaria.
Como não tenham argumentos nem fundamentos utilizam de forma descriminada e abusiva A LIVRE CONVICÇÃO, que lhe confere PODER ABSOLUTO e lhes permite absolver criminosos e condenar inocentes.
No fim do julgamento o meritíssimo juiz presidente explicou ao cidadão e cavalheiro que o absolvia por ERRO TÉCNICO" e NÃO por ser inocente.
Responsabilizou a Policia Judiciária pelo dito ERRO TÉCNICO,
A verdade dos factos é que o traficante foi absolvido e saiu do Tribunal em liberdade.
Desconhece-se o destino dos 16 Kgs de cocaína, não se sabendo se foram devolvidos aos traficantes, se ficou na posse da Policia Judiciaria ou se do juízes.
Os Policias da Judiciária tiveram muita sorte porque e à semelhança do caso anterior bem que podiam serem condenados a pena de prisão e a pagar uma indemnização ao senhor da mala que continha 16Kgs de coca.
Neste caso  a policia devia juntar-se aos traficantes e "ajudar" a comercializar a cocaína porque assim não eram humilhados e desautorizados pelos juízes e ainda ganhavam umas centenas elevadas de euros.

TERCEIRO CASO
Uma juíza desembargadora, do Tribunal da Relação, presidente da Cruz Vermelha, candidata do Partido Socialista à Câmara de Matosinhos, encontra-se a ser investigada por crimes de peculato e ter recebido 18 acórdãos, decisões do Tribunal, de uma advogada que prestava serviços e era ao mesmo tempo vice presidente da Cruz Vermelha.
Presume-se, se bem se entende, que a advogada fazia os acórdãos e a juíza desembargadora é que os relatava.
Resumindo, pode-se concluir que a advogada é que decidia extra judicialmente e a juíza só teria de confirmar oficialmente essas mesmas decisões.
SURREALISTA.

A JUSTIÇA PORTUGUESA É CREDÍVEL E ISENTA?

AS VIVÊNCIAS CONTRADITÓRIAS DE UM OBSTETRA.

ANSIOSA, PORQUE DESCONHECE,
DESDE QUANDO 
A MENSTRUAÇÃO NÃO LHE APARECE.
FAÇO CONTAS. NÃO ESTÁ CERTO
USO A SONDA PARA DETERMINAR O CORRETO.
VEJO UM "SACO" UM EMBRIÃO 
ONDE BATE UM "CORAÇÃO"
COM UM SORRISO DE AMIGO
DOU-LHE A INFORMAÇÃO ESPERADA.
MINHA QUERIDA ESTÁS GRÁVIDA!
LEVANTA-SE INCOMODADA..
NÃO QUER O FILHO PARA NADA
NÃO ESTÁ "PREPARADA."
INSENSÍVEL
DIZ QUE A GRAVIDES FOI IMPREVISÍVEL.
ACONTECEU...
FOI SEM "QUERER"
PERGUNTA-ME SE A PODE INTERROMPER.

O REVERSO

DECORRIDOS ALGUNS MOMENTOS
NOVOS ACONTECIMENTOS.

CHORA CONVULSIVAMENTE
PORQUE SANGRA COPIOSAMENTE.
QUE SE PASSA? PERGUNTO EU.
DOUTOR ESTOU A ABORTAR?
DIGA.ME SE O MEU BEBE MORREU?
NÃO SEI, VAMOS OBSERVAR.
OBSERVO
O FETO NÃO SE DESENVOLVEU.
 "CONFUSO", TACITURNO
NÃO CONSIGO TRANSMITIR
À JOVEM EM SOFRIMENTO
QUE AINDA ESTÁ PARA VIR
UM MUNDO DE ILUSÕES
ONDE DEIXE DE EXISTIR
TANTAS CONTRADIÇÕES.

FAZ-ME SOFRER!





quinta-feira, 3 de outubro de 2013

O IMI E AS IVG.


IMI - IMPOSTO MUNICIPAL SOBRE IMÓVEIS -  É MAIS UMA FORMA DE SUBTRAIR DINHEIRO DOS BOLSOS DOS PORTUGUESES.
UM PORTUGUÊS COMPRA UMA CASA QUE NUNCA SERÁ SUA PORQUE E EMBORA NÃO TENHA QUALQUER TIPO DE PROVENTOS SOBRE A HABITAÇÃO, EXCLUINDO-SE O USO-FRUTO, TEM DE PAGAR IMPOSTO. 
HOJE OUVI, NA COMUNICAÇÃO SOCIAL, QUE UNS DEPUTADOS DO PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO. DE UMA ASSEMBLEIA QUALQUER, DAS MILHARES QUE EXISTEM EM PORTUGAL PRETENDE DIMINUIR ESTE IMPOSTO CONFORME O NUMERO DE FILHOS QUE CADA CASAL TIVER.
O OBJECTIVO É IMPULSIONAR A NATALIDADE.
ENTENDE-SE POR MUITO INTERESSANTE.

IVG - INTERRUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ.
EM PORTUGAL AS INTERRUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ É LEGAL E GRATUITA ATÉ ÁS 11 SEMANAS DE GESTAÇÃO, ÚNICA E EXCLUSIVAMENTE A PEDIDO DA MULHER
PODE E DEVE SER REALIZADA EM HOSPITAIS PÚBLICOS.
DESDE QUE A LEI ENTROU EM VIGOR DESCONHEÇO AS ESTATÍSTICAS E O NUMERO DE IVG QUE SE PRATICA EM PORTUGAL.
EMBORA NÃO A PRATICA NEM SEJA A FAVOR OU CONTRA, DA MINHA EXPERIÊNCIA COMO GINECOLOGISTA SEI QUE SÃO AOS MILHARES EM CADA ANO.
CADA IVG, REALIZADA NUM HOSPITAL PUBLICO, SE CORRER BEM..., CUSTA AO ERÁRIO PÚBLICO, PAGO COM OS IMPOSTOS DE TODOS NÓS, A MÓDICA QUANTIA DE 500€.
MULTIPLICA-SE 500€ POR MILHARES E TEREMOS UM NUMERO DE DESPESAS EM SAÚDE BASTANTE INTERESSANTE QUE CHEGAVA E SOBRAVA PARA PAGAR MILHARES DE IMI.
PIOR AINDA É QUE MUITAS MULHERES FAZEM DA IVG UM MÉTODO CONTRACEPTIVO COM TODAS AS SEQUELAS QUE SE LHE CONHECEM.

ENTENDO QUE NÃO É REDUZIR AO IMI QUE SE FOMENTA A PROCRIAÇÃO, ANTES PELO CONTRARIO É DAR AOS CASAIS CONDIÇÕES DE TRABALHO, HABITAÇÃO, SÓCIO ECONÔMICAS PARA QUE TENHAM FILHOS.

SENDO CERTO, PELAS ESTATÍSTICAS QUE ESTE BLOGGER É LIDO EM QUASE TODA A EUROPA, ONDE SE INCLUI A RÚSSIA, UCRÂNIA, SERVIA,  INDÓNESIA, CANADÁ, EUA, BRASIL, ETC.. CUMPRE INFORMAR AS MULHERES DESSES PAÍSES QUE QUEIRAM INTERROMPER A GRAVIDEZ GRATUITAMENTE PODEM DESLOCAR-SE A PORTUGAL QUE SÃO BEM TRATADAS, É GRATUITO E AINDA TEM DIREITO A QUINZE DIAS DE CONVALESCENÇA GRATUITOS E RECEBEM O RESPECTIVO ABONO DE DOENÇA.

DIGAM LÁ SE PORTUGAL É OU NÃO É GOVERNADO POR POLÍTICOS QUE SÃO UM VERDADEIRO GOZO.


OS MASOQUISTAS E OS SÁDICOS

MASOQUISTAS
SUA EXCELÊNCIA O SENHOR PRESIDENTE DA REPUBLICA PORTUGUESA DISSE, NÃO SEI SE NA SUA QUALIDADE DE PRESIDENTE OU NA QUALIDADE DE CIDADÃO, QUE OS ANALISTAS ECONÔMICOS E POLÍTICOS PORTUGUESES SÃO MASOQUISTAS PORQUE DAS SUAS ANALISES RESULTA QUE A DÍVIDA PÚBLICA PORTUGUESA É INSUSTENTÁVEL.
O SENHOR ANÍBAL CAVACO E SILVA FUNDAMENTA O SEU ARGUMENTO NO PRINCIPIO DE QUE O BANCO CENTRAL EUROPEU, O FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL, E A UNIÃO EUROPEIA, QUE NO SEU CONJUNTO SÃO  DESIGNADAS POR TROIKA, DIZEM QUE A DIVIDA PUBLICA É SUSTENTÁVEL.
CLARO QUE A DIVIDA PUBLICA PORTUGUESA É SUSTENTÁVEL PARA OS DITOS BANCOS ENQUANTO OS PORTUGUESES NO DESEMPREGO, A PASSAR FOME, SOBRECARREGADOS DE IMPOSTOS CONTINUEM A PAGAR OS JUROS DA DIVIDA E A ENCHER OS BOLSOS DOS BANCAQUEIROS E DOS ACIONISTAS DOS MERCADOS ECONÔMICOS.
SÁDICOS
PERMITIR QUE NA SOCIEDADE PORTUGUESA SE EMPOBREÇA PROGRESSIVAMENTE ATINGINDO ATUALMENTE UM MILHÃO DE POBRES, QUE AUMENTE O NUMERO DE DESEMPREGADOS, QUE OS PORTUGUESES PASSEM FOME, QUE A TAXA MÉDIA DE SUICÍDIOS EM PORTUGAL SE CIFRE EM CINCO MORTOS POR SEMANA, TENDO POR OBJECTIVO GARANTIR O ENRIQUECIMENTO ILÍCITO DOS JÁ DE SI MUITO RICOS, É SEM SOBRA DE DÚVIDAS SADISMO.
COM O DEVIDO RESPEITO QUE ME MERECE A INSTITUIÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPUBLICA PORTUGUESA, O SENHOR QUE A REPRESENTA É SEM DÚVIDA UM SÁDICO PORQUE AO VER OS SEUS CONCIDADÃOS A SOFRER NÃO TOMA QUALQUER INICIATIVA NA DEFESA DOS MESMOS.
O CIDADÃO SENHOR ANÍBAL CAVACO E SILVA, PELAS MESMAS RAZÕES DO SENHOR PRESIDENTE DA REPUBLICA, É UM SÁDICO.
O QUE MAIS ME INCOMODA É QUE ESTE SENHOR FOI E É O PRINCIPAL CAUSADOR DA DESTRUIÇÃO ECONÔMICA DA ECONOMIA PORTUGUESA PORQUE FOI ELE NA SUA EX. QUALIDADE DE PRIMEIRO MINISTRO E NA DE PRESIDENTE DA REPUBLICA QUE DESTRUIU A INDUSTRIA PESADA, A AGRICULTURA, AS PESCAS E OS TÊXTIS, ETC.
DE FACTO, OS PORTUGUESES TEM OS DIRIGENTES POLÍTICOS QUE MERECEM.

 

domingo, 29 de setembro de 2013

XEQUE AO REI

ACABEI AGORA MESMO DE LER NO JORNAL DE MAIOR TIRAGEM DE PORTUGAL, O JORNAL DE NOTICIAS, QUE E PASSO A CITAR: "CENTENAS DE PESSOAS MARCHARAM ONTEM EM MADRID PELA ABOLIÇÃO DA MONARQUIA E PARA PEDIR A ABERTURA DE UM NOVO PROCESSO CONSTITUINTE".
QUANTO AO NOVO PROCESSO CONSTITUINTE ESTOU PLENAMENTE DE ACORDO.
QUANTO À ABOLIÇÃO DA MONARQUIA SOU COMPLETAMENTE CONTRA.
SEJA O REI O QUE QUER QUE SEJA, RECONHEÇO-LHE ELEVADA DIGNIDADE. O MESMO DIREI DA FAMÍLIA REAL, COM ELEVADO APREÇO PELO PRÍNCIPE.
DESCONHEÇO À QUANTO ANOS O REI EXERCE O PODER, MAS SEI QUE FOI DESDE A MORTE DE FRANCO.
QUANTO À SUSTENTABILIDADE DO SISTEMA MONÁRQUICO SERIA INTERESSANTE DISCUTIR NO ENTANTO QUANDO COMPARADO COM O SISTEMA DITO REPUBLICANO NÃO HÁ DISCUSSÃO QUE SE LHE SOBREPONHA, VEJAMOS.
COMO ANTES DIZIA, DESCONHEÇO HÁ QUANTO TEMPO O REI DE EXERCE O PODER.
SE COMETEU FRAUDES FISCAIS, BANCÁRIOS, DESVIOS DE DINHEIROS PÚBLICOS COM TRANSFERÊNCIAS PARA AS ILHAS CAYMAN, NÃO SABEMOS NEM É DO CONHECIMENTO PUBLICO.
PORTANTO, SE DEFRAUDOU OS SEUS CONCIDADÃOS, O QUE NÃO ME PARECE SER VERDADEIRO DEVE O TER FEITO NO INICIO DO SEU REINADO.
QUERO COM ISTO DIZER QUE SE "ROUBOU", JÁ "ROUBOU" O QUE TINHA DE "ROUBAR."
NO SISTEMA REPUBLICANO, ONDE OS MANDATOS SÃO DE QUATRO OU DE CINCO EM CINCO ANOS OS "GATUNOS", OU LADRÕES INSCRITOS NOS PARTIDOS POLÍTICOS, REVEZAM-SE DE TEMPOS EM TEMPOS, SAEM UNS E ENTRAM OUTROS, OU SEJA: TEMOS SEMPRE "CARAS" NOVAS A ROUBAR E A PROTEGEREM-SE UNS AOS OUTROS.
ALÉM DISSO SOMOS OBRIGADOS A SUSTENTAR AS SUAS REGALIAS E MORDOMIAS QUANDO DEIXAM DE SER PODER.
DEIXO BEM CLARO QUE ESTE "ARTIGO" NÃO É DIRIGIDO AO SENHOR PRESIDENTE NEM EX. PRESIDENTES DA REPUBLICA PORTUGUESA, PELOS QUAIS TENHO ELEVADO APREÇO, CONSIDERAÇÃO E RESPEITO. 
PELO QUE ME É DADO CONHECER SEMPRE OS ENTENDI E ENTENDO COMO PESSOAS HONRADAS E HONESTAS, COM EXCEPÇÃO DE UM CASO DE ACÇÕES NO BPN, SE É QUE FOI OU HOUVE ALGUM CASO.
EM PORTUGAL, NO PRESENTE MOMENTO, OS PORTUGUESES SUSTENTAM QUATRO EX. PRESIDENTES DA REPUBLICA, NÃO SEI QUANTOS EX.PRIMEIROS MINISTROS, PRESIDENTES DA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA, E ASSIM POR DIANTE, QUE MANTÊM AS MESMAS REGALIAS E MORDOMIAS DE QUANDO ERAM PODER.
ORA EU PERGUNTO:
QUE SERÁ MELHOR MANTER AS REGALIAS E MORDOMIAS DE UM ÚNICO REI QUE SE PERPETUA NO TEMPO ATRAVÉS DOS SEUS HERDEIROS, OU DE QUATRO OU CINCO ANOS ANDAR A MUDAR DE REIZINHOS MANTENDO-LHES AS REGALIAS QUE SÃO EXTENSIVAS AOS SEUS PRINCEPEZINHOS, PRINCESAZINHAS?

OS ESPANHÓIS QUE SE CUIDEM!  

DEPOIS NÃO SE QUEIXEM!

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

TEORIA SEM CONSPIRAÇÃO - CONCEITOS MÉDICO/LEGAIS

O TEXTO É DE MINHA AUTORIA, MAIS NÃO SENDO QUE PURA FICÇÃO.
QUALQUER SEMELHANÇA COM FACTOS VERÍDICOS É PURA COINCIDÊNCIA.

UM HIPOTÉTICO SOGRO, TRANSPORTANDO AO COLO A SUA HIPOTÉTICA NETA, ASSASSINA A TIRO, NA PRESENÇA DA CRIANÇA, O HIPOTÉTICO GENRO, PRESUMIDO PROGENITOR DA MENOR, O QUAL SE ENCONTRAVA DIVORCIADO DA FILHA DO HOMICIDA.

PRIMEIRA TEORIA: SUPONHAMOS QUE O HOMICIDA É PAI ADOPTIVO DA MÃE DA CRIANÇA.
LOGO, A CRIANÇA NÃO É SUA NETA NEM O PROGENITOR É SEU GENRO.

SEGUNDA TEORIA: SUPONHAMOS QUE O HOMICIDA É O PAI BIOLÓGICO DA MÃE DA SUA NETA E QUE COMETEU UM CRIME DE INCESTO.
ENTÃO O HOMICIDA É O PAI E AVÔ BIOLÓGICO DA CRIANÇA.
QUER ISTO DIZER QUE A VITIMA É DE FACTO  GENRO DO HOMICIDA MAS NÃO É O PAI BIOLÓGICO DA CRIANÇA.

TERCEIRA TEORIA: PARTINDO DO PRINCIPIO QUE A MÃE DA CRIANÇA É FILHA ADOPTIVA DO HOMICIDA E QUE ESTE É O PAI BIOLÓGICO DA CRIANÇA O CRIME DE INCESTO DEIXA DE TER LUGAR.
NO ENTANTO, A VITIMA NÃO É GENRO DO HOMICIDA, NEM O PAI BIOLÓGICO DA CRIANÇA.

SEGUINDO AS TRÊS TEORIAS NÃO ENCONTRAMOS EM NENHUMA DELAS QUALQUER FUNDAMENTO QUE JUSTIFIQUE O CRIME DE HOMICÍDIO  E MUITO MENOS NA PRESENÇA DE UMA CRIANÇA,

QUARTA TEORIA: PODE-SE PRESUMIR DA OMISSÃO DE UM CRIME DE INCESTO OU DE UM REGISTO DE PATERNIDADE ILEGAL.
SERÁ QUE A VITIMA ASSUMIU A PATERNIDADE DE UM FILHO QUE NÃO ERA SEU E QUE POR ESTA RAZÃO FOI BARBARAMENTE ASSASSINADO?

ENTENDE-SE QUE MEDICO LEGALMENTE SERIA DE TODA A CONVENIÊNCIA A REALIZAÇÃO DE TESTES DE PATERNIDADE.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

COADOPÇÃO

Hoje, enquanto na sala de um advogado esperava pela consulta, fui " passando o tempo" lendo um artigo do Dr. Marinho Pinto, distinto Bastonário da Ordem dos Advogados, que admiro incondicionalmente.
Publicava na revista da Ordem dos Advogados um artigo sobre a coadopção de crianças por homossexuais.
Porque é pertinente e porque o seu raciocínio nunca me "passou pela cabeça" não me inibo de o transcrever.
Dizia ele que se um criança for adoptada por dois homossexuais do sexo masculino, terá três pais. A saber:
O pai biológico e mais os dois "pais" adoptivos.
No caso de o casal de homossexuais masculinos se separarem, e o que ficou com a criança voltar a casar com outro homem, a criança ficará então com quatro pais.
Assim a criança terá o numero de pais conforme o individuo que a adoptou se vá divorciando e casando.
Sendo um casal de lésbicas a criança passará a ter três mães.
Seguindo o mesmo raciocino a criança terá um numero de mães conforme o numero de divórcios e casamentos que a mãe adoptiva levar a efeito.
ORA ENTÃO DIGAM-ME LÁ SE OS LEGISLADORES, A ASSEMBLEIA DA REPUBLICA, O PRESIDENTE DA REPÚBLICA QUE HOMOLOGA AS LEIS E A JUSTIÇA PORTUGUESA SÃO OU NÃO SÃO BRILHANTES.
AUTÊNTICOS GÊNIOS!!
DEVIAM SER PROPOSTOS PARA PREMIOS NOBEL.
Irão dizer que sou maxísta, fascista, racista, discriminador, contra a liberdade sexual, etc.
Por acaso até nem sou!
No entanto E AS CRIANÇAS ? E O DESENVOLVIMENTO DA SUA PERSONALIDADE?
 

domingo, 22 de setembro de 2013

OS TERRORISTAS

HOJE, APÓS TER OUVIDO NA COMUNICAÇÃO SOCIAL DE "MAIS UM ATAQUE TERRORISTA" PERGUNTEI-ME.
PORQUE HÁ TERRORISTAS?
ORA, NO MEU MODESTO ENTENDER, OS TERRORISTAS EXISTEM PORQUE HÁ GOVERNOS TERRORISTAS.
OS TERRORISTAS, ASSIM DESIGNADOS NA EXCEPÇÃO DA PALAVRAS, SÃO INDIVÍDUOS QUE NÃO CHEGARAM AO PODER DE UMA FORMA DEMOCRÁTICA E OU ATRAVÉS DAS ELEIÇÕES.
DESTA FORMA, "NÃO TÊM LEGITIMIDADE ?" PARA ATINGIREM OS FINS A QUE SE PROPÕEM.
FINS QUE MAIS NÃO SÃO AQUILO QUE ENTENDEM COMO SEREM OS SEUS E OS  DIREITOS DOS SEUS CONCIDADÃOS.
HÁ MUITOS GOVERNOS, ONDE SE INCLUI O ATUAL GOVERNO PORTUGUÊS, ELEITOS DEMOCRATICAMENTE?, QUE EM NOME DA DEMOCRACIA E DOS INTERESSES ECONOMICOS PRATICAM ASSALTOS FICAIS, ENVIAM OS SEUS CONCIDADÃOS PARA O DESEMPREGO E ATIRAM MILHARES PARA A MISÉRIA E SOPAS DOS POBRES, ENQUANTO ELES VIVEM "À GRANDE E À FRANCESA",
ESTES SÃO OS TERRORISTAS "LEGALIZADOS".
DA MINHA EXPERIÊNCIA, A EXISTÊNCIA DE TERRORISTAS É ENDEMICA COM TENDÊNCIA A PROLIFERAR.
HÁ TERRORISTAS NO GOVERNO, NA ASSEMBLEIA DA REPUBLICA, NAS INSTITUIÇÕES DO ESTADO, NOS TRIBUNAIS, ETC..
AS LEIS INTERNACIONAIS PREVÊM O DIREITO DE RESPOSTA QUANDO UM CIDADÃO É VIOLENTADO NOS SEUS DIREITOS.
NO ENTANTO QUANDO OS CIDADÃOS OFERECEM RESISTÊNCIA SÃO TRUCIDADOS, ASSASSINADOS, ATÉ COM GÁZ SERIM, E DENOMINADOS DE TERRORISTAS, OU SEJA OS TERRORISTAS ILEGAIS.
A DIFERENCIA É QUE OS GOVERNOS NA SUA DITA LEGITIMIDADE UTILIZAM TODO O SEU POTENCIAL BÉLICO CONTRA OS TERRORISTAS ILEGAIS NÃO SE IMPORTANDO DA MATAR À FOME, INCENTIVAR AO SUICIDO DE CENTENAS DE MULHERES E CRIANÇAS INOCENTES.
QUAL É A DIFERENÇA?

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

A JUSTIÇA EM PORTUGAL

DESDE HÁ UNS TEMPOS A ESTA PARTE QUE TENHO DENUNCIADO QUE A JUSTIÇA EM PORTUGAL É PRIMÁRIA, MOROSA, DISPENDIOSA, PERIGOSAMENTE TENDENCIOSA, OFENSIVA, VIOLADORA DOS DIREITOS HUMANOS, ONDE ALGUNS DOS JUÍZES PREPOTENTES, RECORRENDO-SE DA SUA LIVRE CONVICÇÃO EXERCEM PODER DISCRICIONÁRIO, FREQUENTEMENTE CONDENAM INOCENTES E LIBERTAM CRIMINOSOS.
PASSOS COELHO, PRIMEIRO MINISTRO DE PORTUGAL, NUM DOS SEUS DISCURSOS ACUSA OS JUÍZES DO TRIBUNAL CONSTITUCIONAL, DIZENDO:
- "SE AS MEDIDAS DE AUSTERIDADE NÃO PASSAM NÃO É POR CULPA DA CONSTITUIÇÃO, É POR CULPA DOS JUÍZES."
Suponho que Passos Coelho quererá dizer que os Juízes não cumprem com a Constituição da República, que se sobrepõem à Lei, decidem de uma forma arbitraria e segundo o tal Principio da LIVRE CONVICÇÃO.
Seguindo o mesmo Principio sou obrigado a presumir que se um criminoso é absolvido e um inocente condenado a culpa é dos juízes e não das normas que regulamentam a vivência em comum da sociedade portuguesa.
Normas essas que foram aprovadas na Assembleia e homologadas pelo Presidente da Republica Portuguesa.
Não se entende como é que os indivíduos que fizeram e aprovaram as LEIS e nomeiam os juízes são os mesmo que posteriormente acusam os que são incumbidos de as aplicar. EXISTE AQUI QUALQUER COISA QUE NÃO BATE CERTO E É DE DIFÍCIL COMPREENSÃO.
Sendo certo que os juízes não cumpre as LEIS e que decidem segundo o seu livre arbítrio facilmente se depreende que Portugal mais não é que uma República de bananas governada por bananeiros, com o devido respeito aos vendedores de bananas, onde impera a prepotência e a impunidade do abuso do Poder.
SEI BEM DO QUE FALO!
Na minha modesta opinião e à semelhança de uma qualquer outra actividade profissional os juízes deviam ser penalizados, obrigados a indemnizar ou até demitidos quando comentem erros.
O senhor Passos Coelho não só ofende a dignidade dos juízes do Tribunal Constitucional como tem a desfaçatez de julgar e condenar na Praça Pública, sem qualquer investigação ou julgamento.
O senhor Passos Coelho culpa os juízes do Tribunal Constitucional mas esqueceu o senhor Presidente da Republica.
É que foi o senhor Presidente da Republica que pediu a constitucionalidade dos diplomas quando os  podia ter homologado se assim o entende-se.
O senhor Passos Coelho devia ser constituído arguido por atribuir as culpas das suas políticas catastróficas aos juízes do Tribunal Constitucional.
Não sendo constituído arguido confere a um outro qualquer concidadão o mesmo Direito.
UM PAÍS ONDE A JUSTIÇA NÃO FUNCIONA PERDEU A DIGNIDADE E O RESPEITO DOS SEUS CIDADÃOS É UM PAÍS À DERIVA.

Cita-se Marinho Pinto (distinto Bastonário da Ordem dos Advogados)

"NA NAVE DE LOUCOS EM QUE SE TRANSFORMOU ESTE GOVERNO, O MINISTÉRIO DA JUSTIÇA SOBRESSAI COMO UM MANICÓMIO EM AUTO GESTAÇÃO"  (JN 02.09.2013) 


domingo, 1 de setembro de 2013

A SUPERIORIDADE HUMANA ?


Quando a simplicidade de um vírus, uma bactéria, um fungo, um unicelular, tem a capacidade de destruir um organismo tão complexo como o humano pergunto-me onde reside a força física, intelectual e a  superioridade humana relativamente aos demais seres onde se inclui os mais infímos.  

O HOMEM DESCONHECE OS LIMITES DAS SUAS LIMITAÇÕES E DA  VULNERABILIDADE HUMANA POIS SE ASSIM NÃO FOSSE VIVER TERIA MAIOR SENTIDO E SERIA MUITO MAIS AGRADÁVEL 

Nelson de Brito  

OS FÁRMACOS MAIS BARATOS . JORNAL DE NOTICIAS 01.09.2013

Diz o bastonário da Ordem dos Farmacêuticos Português (OFP), em Portugal há Ordens para tudo, que está feliz com os novos modelos de receitas médicas porque permite ao doente optar, NA FARMÁCIA, pelo medicamento mais barato.
Isto vem na sequência da OFP ter apresentado queixa, desconheço contra quem a queixa foi apresentada, no Ministério Público porque o modelo das receitas em vigor obrigava os doentes a decidir na presença do médico se pretendia optar pelo medicamento mais econômico.
Argumenta o senhor bastonário da OFP que o médico limitava a liberdade de escolha do doente quando lhe perguntava se pretendia um fármaco mais econômico.
Reconheço a minha ignorância à cerca deste assunto, nem entendo porque razão os Tribunais se imiscuem em tais assuntos que mais não são que jogos de interesses econômicos.
Algumas questões se me colocam.
PRIMEIRA:  Quem apresenta uma queixa é porque pretende obter algum benefício.
No caso em questão a OFP pretende vender os medicamentos que mais lhe aprouverem e que mais margem de lucro daí lhe advêm.
Logo está-se "borrifando" para o doente.
SEGUNDO: Partindo-se da premissa, errada, que as farmácias não tem por objectivo o seu próprio interesse económico e que exercem a sua atividade no interesse do "coitadinho" do doente não se me vislumbra porque razão pretende vender o medicamento mais barato.
É que sendo mais barato presume-se que reduz a margem de lucro das farmácias o que não é credível.
TERCEIRA:  Não se entende o fundamento da OFP quando afirma que o médico "LIMITA A LIBERDADE DO DOENTE"
Dá para sorrir porque estamos na presença de um argumento perfeitamente imbecil.
O médico limita a "LIBERDADE" de decisão do doente e o farmacêutico ou o empregado da farmácia não limita a liberdade quando pergunta ao doente, no interior da farmácia, se quer levar um fármaco mais económico.
Ao propôr um medicamento mais "BARATO" é o farmacêutico ou empregado da farmácia que limitam a liberdade do doente
A OFP invertem as posições: Os médicos são acusados de comerciantes ou de terem interesses econômicos quando dizem aos doentes escolherem este ou aquele medicamento. Os farmacêuticos deixam de ser comerciantes, sem interesses econômicos passando eles a serem os prescritores.
Todos sabemos e até há um proverbio português que diz: "O BARATO SAI CARO".
Ora, é do conhecimento público que os fármacos, onde se inclui a simples aspirina, tem efeitos laterais desde simples, a graves e até letais. 
Os médicos sabem que há medicamentos mais BARATOS que ninguém sabe o que são, qual é a sua composição e ou qual é o excipiente e que alguns são perigosos e outros tem efeitos placebo, isto é nem fazem bem nem mal.. 
Deve-se colocar à OFP a seguinte questão: Quando alteram a prescrição pelo medicamento mais económico assumem a responsabilidade do acto médico se surgirem os tais efeitos laterais e ou letais? Ou essa responsabilidade caberá sempre ao médico? 
Da parte que me cabe nunca permitirei que o senhor farmacêutico, com o devido respeito, altere a receita médica pelo medicamento mais económico.
Deixo algumas propostas:
Os fármacos do mesmo principio ativo devem ser todos vendidos nos hipermercados, expostos em prateleiras, com os respectivos preços.
Exemplo: Paracetamol, a 2€, ou 3€;  Hipotensores a 4€, ou 8€, Antibióticos a 025€ e assim sucessivamente.

PROMOÇÕES do ESTILO: leve dois e pague um! Hoje, antibióticos em Saldo a 50% ou 75%! Fim de coleção! Nova coleção Outono/Inverno!
Comercializar fármacos de MARCA BRANCA usando o mesmo método do Continente, Pingo Doce ou do Jumbo.
No meu modesto entender e à semelhança dos País desenvolvidos, os médicos é que deviam disponibilizar os fármacos nas doses posológicas exatas, "vigiar" os efeitos laterais prevenir as reações adversas, controlar o evoluir ou o regredir das doenças, evitando-se os desperdícios e desta forma terminar com as "negociatas".
Há atividades profissionais que tem a obrigação de se regerem por códigos deontológicos, por via disso é que existem as Ordens. 
Mas há profissionais que se estão nas "tintas" para os seus próprios códigos porque têm por objetivo o lucro desmedido, interferem com os códigos de outros profissionais e estão-se simplesmente "borrifando" para os doentes que ele dizem defender.

PRIMEIRO A MINHA SAÚDE PELO QUE ME ESTOU NAS TINTAS PARA OS GENÉRICOS E OS FÁRMACOS MAIS BARATOS!  

sábado, 24 de agosto de 2013

A DIGNIDADE

A DIGNIDADE

Numa amena “cavaqueira” com o meu filhote de 12 anos, discutia-mos conceitos “filosóficos” da dignidade das profissões.
A propósito da profissão de um “suposto amigo”, segurança no Portão 8 do Estádio do Dragão, e empregado de limpeza, dizia-me ele: Pai todas as profissões são dignas!
Dizia-lhe eu que desde que o homem vive em sociedades organizadas, a dignidade das profissões não tem discussão.
A título de exemplo falei-lhe na Peste Negra que assolou a Europa em consequência da falta de esgotos, e do amontoar de detritos onde se desenvolviam os ratos transmissores de doenças essencialmente gastrointestinais.
Dizia-lhe eu que os médicos, como o aqui seu pai, tem por função observar, diagnosticar e tratar as doenças e que entre as múltiplas especialidades médicas existe uma que se denomina saúde publica.
A Saúde Pública, entre outras actividades, tem por função a prevenção de doenças endêmicas.
Faz parte da saúde pública o tratamento das águas provenientes dos esgotos e o tratamento dos lixos que diariamente cada um de nós produz.
Expliquei-lhe que o tratador de resíduos líquidos, o apanhador e tratador de resíduos sólidos, que ele por vezes observa nas ruas da cidade, têm uma actividade profissional muito mais importante que o médico porque no desempenho das suas profissões previnem as doenças e as contaminações, mas isso não confere a qualquer um dos ditos profissionais a DIGNIDADE PESSOAL.
Assim acontecendo as funções dos médicos de saúde pública encontram-se diminuídas.
Portanto, o tratador das águas dos esgotos, o apanhador e tratador de resíduos sólidos ocupam o vértice da pirâmide na prevenção e no impedimento de doenças, enquanto o médico se segue num degrau mais inferior.
Mas, não se pode confundir DIGNIDADE PROFISSIONAL com DIGNIDADE PESSOAL.
Então expliquei-lhe: Antes do 25 de Abril de 1974, a Dignidade Pessoal era indiscriminadamente atribuída em função do Título Profissional aposto antes do nome ou seja: Dr. Fulano; Eng. Sicrano; etc...
No pós 25 de Abril de 1974, os “inteligentes” “descobriram” que os Portugueses gostavam e queriam ser todos doutores, engenheiros e arquitectos.
Os melhores e últimos exemplos Portugueses são o Socrátes e o Relvas.
Então permitiram e investiram dinheiros públicos na abertura de Universidades, dispersas por todas Aldeias ,Vilas e Cidades de Portugal.
Universidades essas que por sua vez criaram uma série de cursos e de licenciaturas, sem qualidade cientifica, que ninguém sabe do que trata, nem para o que serve, mas que lançou “milhares de jovens licenciados” no desemprego.
Assim, com tantos Drs, e Engs, a designação banalizou-se e hoje em dia os Doutores e Engenheiros de outrora já não são o que são ou o que eram.
Expliquei ao meu filho que da parte que me cabe incomoda-me sobre maneira que me chamem de doutor, (designação anglo/saxônica de doc.), quando na verdade mais não sou que MÉDICO ESPECIALISTA EM GINECOLOGIA/OBSTETRÍCIA.
O pior de tudo é que os “outros” que não são ou são os “tais doutores”confundem o TÍTULO PROFISSIONAL com DIGNIDADE PESSOAL, EDUCACIONAL, CULTURAL, e CONHECIMENTO TÉCNICA/CIENTIFICO.
Ora, para reunir todas estas condições não é necessário ser-se licenciado em coisa alguma.
Alguns políticos tem vindo a apregoar que após o 25 de Abril de 1974, aumentou o grau académico da população confundindo, digo propositadamente, o grau com cultura e conhecimento.
Daí assistir-mos diariamente a burros e imbecis titulados com graus acadêmicos e a “analfabetos” com elevado conhecimento cultural e cientifico.
Finalizando, expliquei ao meu filhote que na verdade o tratador, apanhador de resíduos pode ser um individuo sem qualquer grau académico mas de elevada DIGNIDADE PESSOAL, EDUCACIONAL E CULTURAL.
Expliquei-lhe ainda que a DIGNIDADE DO REI É INERENTE A FUNÇÃO E NÃO AO INDIVIDUO EM SI, que as sociedades organizadas obedecem a hierarquias institucionalizadas, que os indivíduos ocupam posições hierarquias em função da sua actividade profissional pelo que e é nesse sentido que devem ser respeitados.
Contrariamente os ditos “doutores” podem ser, são-no múltiplas vezes, uns refinados imbecis sem dignidade pessoal, mas muitos deles desempenham funções de elevada relevância. É VÊ-LOS SENTADOS NA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA, NOS MINISTÉRIOS, NOS TRIBUNAIS, NAS ESCOLAS, NA MEDICINA, NUM NUNCA MAIS ACABAR DE ACTIVIDADES PROFISSIONAIS. 
Ambos concluímos que em boa verdade o seu “suposto amigo” ainda que desempenhe duas profissões DIGNAS (empregado de limpeza e porteiro) não é portador de qualquer educação, cultura ou dignidade pessoal.
Finalmente disse-lhe: Nunca percas nem deixes que te roubem a DIGNIDADE. 
A IGUALDADE SÓ COEXISTENTE COM A DIFERENÇA.  



segunda-feira, 22 de julho de 2013

PRIAPISMO

O PRIAPISMO

Em termos médicos, priapismo é a persistência dolorosa da erecção não relacionada com a actividade sexual.
Pode estar associada à anemia das células falciformes, à leucemia granulocítica crónica, a lesões medulares ou em consequência dos efeitos laterais de fármacos.
É considerada como uma doença secundária à coagulação do sangue dentro da rede vascular do pénis.
Define-se como uma erecção forte, persistente e anormal.
Não sendo muito entendido em teologia e ou mitologia grega sabe-se que o termo provem de Priapo.
Priapo ou Priapus, era filho de Baco e de Vénus.
Na Grécia Antiga, Priapo foi deus dos jardins, das vinhas e das gerações.
Segundo reza a lenda, Priapo era um devasso libertino, que passava a vida a fecundar tudo quanto surgia na sua frente do tipo Berlusconi.
Indo mais longe, presumo haver muitas semelhanças de Priapo com a maioria dos políticos que "gerem" os Países da União Europeia, com o Banco Central Europeu, com o Fundo Monetário Internacional e com a comissão europeia que nos últimos dez anos, ás ordens dos alemães e da senhora Ângela, mais não têm feito que "fecundar" profundamente os cidadãos ditos Europeus.
Ainda há bem pouco tempo tivemos vários doentes que demonstrando uma virilidade exacerbada, de pénis em riste, de rompante e até com muita violência sodomizaram todos os seus concidadãos.
Decorridos quatro anos de tortura, os médicos concluíram que os ditos eram portadores da doença.
Foram submetidos a vários tratamentos, o último dos quais de choque.
O priapismo foi-se reduzindo e a erecção diminuindo. Esperamos que sejam demitidos das funções.
A moral da doença aplicada a esta história:
Em terra de bananas quem tem a maior não é o rei.
A erecção não é sinónimo da cabal função do órgão.
Também ficamos a saber que a erecção frequente não é sinónimo de virilidade e que até pode ser uma patologia muito grave.
O senhor primeiro ministro deve ter muito "cuidado" porque a sua virilidade pode ser sinónimo de doença e voltar a ser substituída pelos mercados económicos.
Não acreditem em boatos quanto ao vice e preparem-se para serem fecundados durante mais quatro anos caso não seja derrubado.


domingo, 21 de julho de 2013

OS VAMPIROS VERSUS OS "MERCADOS" OU A TROIKA

NA POLITICA PORTUGUESA FALA-SE DIARIAMENTE QUE É MANDATÓRIO ESTABILIZAR O DEFICIT PARA QUE PORTUGAL POSSA IR AOS MERCADOS.
ENTRETANTO SÃO OS PRÓPRIOS POLÍTICOS QUE NA ÂNSIA DE PODER MEDÍOCRE DESESTABILIZAM A POLITICA PORTUGUESA.
QUANDO HÁ DESESTABILIZAÇÃO POLITICA OS JUROS DA DIVIDA PUBLICA PORTUGUESA SOB NOS DITOS "MERCADOS".
OS "MERCADOS" SÃO LOCAIS ONDE SE VENDE E SE COMPRA.
DESCONHECE-SE O QUE É QUE OS POLÍTICOS PORTUGUESES QUEREM COMPRAR OU VENDER MAS PRESUME-SE QUE QUEREM COMPRAR MAIS FINANCIAMENTOS, NÃO PROPRIAMENTE CEBOLAS, AUMENTANDO AINDA MAIS A DEPENDÊNCIA E A DIVIDA DO PAÍS PARA A QUAL SE PREVÊ UM "BURACO" DE MAIS 5,5 MIL MILHÕES DE EUROS NO PRÓXIMO ANO.
A TROIKA, COMPOSTA PELO BANCO CENTRAL EUROPEU COM SEDE NA ALEMANHA, O FUNDO MONETÁRIO INTERNACIONAL, E A UNIÃO ECONÓMICA EUROPEIA, CONTINUAM A CONTROLAR A ECONOMIA IMPONDO REGRAS ECONÓMICAS GRAVES QUE TEM "ATIRADO" COM MILHÕES DE PORTUGUESES PARA O DESEMPREGO, FOME, MISÉRIA, IMPEDINDO QUE PORTUGAL SEJA UM PAIS DEMOCRÁTICO, LIVRE E INDEPENDENTE.
ALÉM DO "BURACO" FINANCEIRO PROVOCADO PELOS BANQUEIROS NO BANCO PORTUGUÊS DE NEGÓCIOS E ONDE ESTAVAM E ESTÃO ENVOLVIDAS FIGURAS PÚBLICAS, AS FINANÇAS PORTUGUESAS PAGARAM AO BANCO BIC (COMPRADOS PELOS ANGOLANOS) 22 MILHÕES DE EUROS, COM DINHEIRO PROVENIENTE DOS IMPOSTOS PAGOS PELOS PORTUGUESES. NO ENTANTO, A FACTURA DO DÉBITO CONTINUA A SUBIR E PODE ATINGIR OS 158 MILHÕES.
O BANCO BANIF, OUTRO BANCO PORTUGUÊS FALIDO, TEM VINDO A SER SUSTENTADO COM O DINHEIRO DOS IMPOSTOS PAGOS PELOS PORTUGUESES.
EM PORTUGAL EXISTEM 11 BANQUEIROS QUE SÓ EM 2011 RECEBERAM EM MÉDIA 1,6 MILHÕES DE EUROS CADA UM ENQUANTO QUE O POVO É ESCRAVIZADO, OS SUICÍDIOS E HOMICÍDIOS AUMENTAM DIARIAMENTE.
DO ANTERIOR RELEMBRO ZECA AFONSO, CANTOR PORTUGUÊS DE INTERVENÇÃO.    

sábado, 13 de julho de 2013

SER PORTUGUÊS É

Hoje foi-me presente uma descrição cômica sobre o ser-se Português que no meu entender carateriza bem o Povo do qual infelizmente faço parte e a qual não me inibo de transcrever.
Diz assim:
SER PORTUGUÊS É:
  1. Levar arroz de frango de cabidela para a praia.
  2. Guardar cuecas velhas para limpar o carro.
  3. Enfeitar as estantes da sala com prendas de casamento.
  4. Utilizar os máximos dos faróis do carro para avisar os outros automobilistas da proximidade da policia.
  5. Exigir ser tratado por Doutor (DOC) mesmo sendo analfabeto (Exemplo: O Relvas e Sócrates).
  6. Passar os Domingos e feriados a passear nos Centros Comerciais.
  7. Retirar cera dos ouvidos com a chave do carro ou com a tampa das canetas de preferência da BIC.
  8. Ver diariamente oito ou mais telenovelas brasileiras na televisão.
  9. Batizar os filhos, obrigá-los a ir à catequese mesmo não sendo católicos ou frequentar a Igreja.
  10. Casar pela igreja católica ao sim da marcha nupcíal não sendo católico nem entendendo nada de música.
  11. Não ser racista mas "odiar" os ciganos.
  12. Admitir piadas dos brasileiros sobre os portugueses e só dizer piadas sobre os alentejanos.
  13. Conduzir sempre pela facha da esquerda ainda que em Portugal seja obrigatório conduzir pela facha da direita.
  14. Ter no minimo três telemóveis de redes diferentes.
  15. Deixar as telenovelas a gravar.
  16. Ter uma tendência mórbida, porque é chique, para passar férias no Algarve.
  17. Dizer "prontos" no fim de cada frase.
  18. Cuspir para o chão.
  19. Buzinar dar sinais de luzes e fazer gestos obscenos contra os condutores que seguem na sua frente.
  20. Urinar em qualquer canto da via publica.    


sexta-feira, 12 de julho de 2013

MEGALOMANIAS

Megalomania é um transtorno PSICOLÓGICO definido por delírios e fantasias de poder, relevância ou omnipotência
Caracteriza-se por uma exagerada auto-estima das pessoas nas suas crenças e ou nos seus poderes.
Integra-se no grupo de "MANIAS" das doenças psiquiátricas.
Portugal atravessa um período de campanhas pré eleitorais às autarquias ou municipios que em Inglês se designam de Town Hall, ou City Council.
Portugal deve ser, suponho, o País da Europa com o maior numero de Town Hall (308 municípios), por habitante.
É do conhecimento Mundial que Portugal atravessa uma crise económica e politica muito grave e se encontra em grave recessão económica.
Tem um milhão de desempregados dos quais a maioria são jovens licenciados, famílias, onde se inclui crianças, a passar fome, a população activa se encontra sobrecarregada de impostos e onde foram instituídas as SOPAS SOLIDÁRIAS. 
Portugal tem dificuldades em pagar aos credores, encontra-se sob a protecção e intervenção do BCE, UE e FMI, 
Pese embora este quadro "negro" os candidatos às ditas Town Hall, prometem "obras" megalomanas, transportes, habitações, ensino, infantários e etc. gratuitos.
A última promessa vem do candidato à Town Hall de Espinho.
Espinho é uma pequena cidade junto ao mar que dista 20 Km do Porto, 20 Km de Aveiro, 80 Km de Coimbra e outros tanto de Braga. Cidades onde existem toda Universidades e as suas correspondentes Faculdades. 
Então diz o candidato ao Town Hall que tem um projecto que já está formalizado para instalar uma Universidade na Cidade de Espinho e que no momento actual está à espera da acreditação por parte do Ministério da Educação.
PERCEBEM?
NEM EU!
Mais gastos desnecessários, mais jovens para o desemprego, mais licenciados não se sabe ainda em quê nem para quê.
A QUESTÃO É QUE ESTES "GAJOS" CONTINUAM ALEGREMENTE A ENGANAR O POVO E NÃO SÃO RESPONSABILIZADOS. 



segunda-feira, 8 de julho de 2013

A UNIÃO EUROPEIA E AS UNIÕES DE PAÍSES.

Certo dia, não recordo quando, durante a noite e enquanto dormia "aconchegado" à sua esposa, o senhor Jacques, tentou mais uma união "daquelas" que são inerentes à reprodução.
Presumo que a esposa do senhor Jacques não se encontrava disponível para o ato.
Incomodado, o senhor Jacques passou a noite sem dormir, a pensar e a ruminar como devia fecundar os cidadãos europeus
Vai daí o homem pensou e inventou a União Europeia, que presumia vir a ser idêntica à dos ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, ou à UNIÃO SOVIÉTICA.
Mas o senhor Jacques esqueceu que os ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA, é composto por indivíduos que embora provenientes de Países diferentes, falam a mesma língua, adaptam-se à mesma cultura, tem uma economia e um exercito comum.
Esqueceu ainda que a UNIÃO SOVIÉTICA,  manteve uma união de Estados pela força das armas e pela construção do MURO.
Os povos que a constituíam tinham culturas, línguas, costumes, história diferentes dos Russos ainda que a moeda, a economia fossem iguais, determinadas e decididas em MOSCOVO.
Após vários episódios de revoltas e contra revoltas chegou o dia em que toda a UNIÃO ruiu, resultando a "liberdade" dos povos subjugados.
 Em alguns casos, as "independências" terminaram em crimes de guerra, assassinos em "massa" violadoras dos direitos humanos, como aconteceu na ex Jugoslávia.
Relembro este dois casos por serem recentes pese embora a história nos dizer que os Impérios são efémeros porque os povos rejeitam serem subjugados.
A União Europeia constituída por povos com linguística, cultura, mentalidade, desenvolvimento e passado histórico que em nada se relacionam como a Alemanha, Áustria,BélgicaBulgária. Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos (Holanda), Polônia, Portugal, Reino Unido, República Tcheca, Romênia e Suécia. acabará, também ela, por ruir quando os Povos descobrirem que os alemães não ganharam a guerra pela força das armas mas estão a ganhar pela força do €, ou seja pelo seu poder econômico.
Ora sabemos que o poder econômico está centralizado no Banco Central Europeu, em Berlim, que quem manda na economia europeia é a senhora Ângela MERKEL, que através do Marco alemão, ora chamado €, fez com que os países se endividassem.
Os alemães querem o seu dinheiro de volta, o que se entende por um direito legitimo mas os juros exorbitantes praticados levam as famílias á ruína, à fome, à miséria, ao suicídio, ao homicídio, aos crimes econômicos, às burlas, ao enriquecimento ilícito, à destruição total dos Povos e das Nações como o equivalente da SOLUÇÃO FINAL, na qual os alemães são peritos.
Os cidadãos, "comandados" por políticos corruptos, que não são julgados pelos crimes econômicos, como foi em Itália o senhor Berlusconi, vivem em campos de concentração dentro dos seus próprios Países, até ao dia da revolta que esperemos que seja breve.

PERGUNTA-SE QUAL É AFINIDADE ENTRE CIDADÃOS QUE NÃO FALAM A MESMA LÍNGUA, NÃO TÊM OS MESMOS OBJETIVOS, A MESMA CULTURA E A MESMA HISTÓRIA?
EM PORTUGAL NÃO FOI PERGUNTADO AOS PORTUGUESES SE QUERIAM ADERIR À UE E  OU AO EURO.
OS CROATAS oriundos de uma união de Republicas (RUSSAS), conhecendo bem o que sofreram durante mais de 50 anos, sentem-se felizes, dizem, por serem agora admitidos na UNIÃO EUROPEIA.
Libertaram-se da dependência dos RUSSOS e tornam-se dependentes dos ALEMÃES.
Dificilmente se entende qual é a felicidade, o objetivo e o interesse da troca.
Alguns dizem que é a democracia.
Eu digo que não há pior ditadura do que a do dinheiro.
A democracia não se põem na mesas e as crianças comem pão.
OS CROATAS DESCONHECEM O LAMAÇAL ONDE SE VÃO METER.
DESEJO-LHES AS MAIORES FELICIDADES COISA QUE NÃO EXISTE EM PORTUGAL.

  
 

domingo, 7 de julho de 2013

OS " JOTINHAS" - ESTES SÃO OS POLÍTICOS QUE GEREM PORTUGAL





Repare-se nas figuras à nossa Esquerda. São todos jotinhas do Centro Democrático Social. Partido Popular. (CDS-PP). 
Nada tem de democrático, nem de social e muito menos de Popular.
A primeira figura que se vê na imagem é o Ex Ministro dos Negócios estrangeiros que viaja de lado para lado e não faz negócios nenhuns segundo se consta.
O único negócio que fez foi o dos submarinos com graves problemas para a economia de Portugal, em beneficio da Alemanha e que ainda não se sabe como terminou.
Este simpático menino foi o mentor da crise que abaixo se descreve, porque queria e é ser vice Primeiro Ministro.
Ora, é do conhecimento publico internacional que Portugal é um País muito rico e que por tal motivo se pode dar ao luxo de ter dois Primeiros Ministros.
Agora atente-se nas figurinhas da Direita. São os jotinhas do Partido Social Democrático (PSD), que também e como o anterior de democrático nada tem.
A primeira figura é o dito Pedro Passos Coelho, eleito Primeiro Ministro mas que de Primeiro nada tem porque quem manda atualmente é o tal vice.
A designação de jotinhas, para que desconhece, são meninos normalmente provenientes das aldeias mais remotas de Portugal, que nunca trabalharam, não sabem o que são as agruras da vida, que se inscreveram nos partidos políticos ainda muito jovens e daí os JOTINHAS.
Assim, em Portugal há juventude socialista (jotinhas socialistas) juventude comunista (jotinhas comunistas) juventude social democrática (jotinhas democratas) e juventude centrista (jotinhas centristas)
Vistas de uma forma isenta podemos afirmar que estas juventudes tiveram a sua origem na juventude Hitleriana e que em Portugal, antes do 25 de Abril de 1974, se denominava Mocidade Portuguesa. 
Ora, são este "meninos" tão simpáticos e tão "queridos" dos Portugueses que "gerem" dizem eles, o País.
O Gaspar, ex Ministro da economia, depois de lançar mais de 75% dos seus concidadãos para o desemprego, (só em dois anos foram 460 mil) miséria e fome, ter aumentado os impostos de uma forma assustadora, aumentou o déficit de 5,9% para 6,4%, a recessão para 2,3%, a divida publica de 101,7% para 123%, ausentou-se para parte incerta.
Vai daí o governo substitui  Gaspar pela Maria.
A Maria está sob inquérito que em Portugal não passa disso mesmo, de inquérito, em consequência das SWAP, que os portugueses não sabem lá muito bem do que se trata mas que se presume que foi uma negociata entre os bancos e os governos do gênero BPN em que o pais perdeu 3.000 milhões de € e que pode chegar aos 6.000 milhões de €.
Todos os dias 20 famílias pedem ajuda à câmara de Guimarães, 59 pessoas foram assassinadas.
O Menezes, ex autarca da câmara Vila Nova de Gaia, que é a autarquia mais endividada do Pais, ora candidato à câmara municipal do Porto diz que vai "DAR" milhões de € para a reconstrução do mercado do Bolhão, mais "milhões" em transportes públicos gratuitos, quando todos os portuenses sabem que o metropolitano do Porto tem um prejuízo de 600 milhões, mais uma quantidade infinita de milhões para livros escolares gratuitos, mais milhões para professores de Atividades Extra Curriculares (AEC) quando o governo quer enviar para o desemprego milhares de professores.
Diz ainda que quer apoio de milhões da QREN, que não sabemos de que se trata, para dar 50% , não diz a quem, para gestão de espaços públicos e requalificar o Bairro de Santa Luisa. Etc..
O MILHÕES.
Há memoria de um cidadão do Porto que inserido nas tropas Francesas combateu os Alemães na Primeira Guerra Mundial.
Constava-se que esse Português matou MILHÕES DE ALEMÃES, foi condecorado com a Cruz de Guerra de 1ª Classe e passou a ser conhecido pelo MILHÕES.
Atualmente temos o MENEZES - O MILHÕES, neste caso não por matar alemães mas por DAR MILHÕES DE €.
SURREALISTA.

MAS vamos à cronologia dos RAPAZIADA.

dia 01.07.2013.
12 h. A secretaria de Estado Maria, explica aos jornalistas o seu envolvimento no caso dos contratos SWAP.
17 h. O Gaspar, conceituado economista a nível Mundial, tenho pena do Mundo, que levou Portugal a um beco sem saída, demite-se
17,30 h A Maria é anunciada com substituta do Gaspar.
21 h O CDS, partido da coligação, comenta a demissão do Gaspar.
22 h São revelados os nomes dos novos secretários de Estado das Finanças Portuguesas.

Dia 02.07.2013
12 h Poiares Maduro, alguém conhece?, diz que a escolha da Maria tem custos políticos.
15,25 h Depois desta grande "palhaçada" o senhor Presidente da Republica afirma que não derruba o governo, GOVERNO?
16 h O Paulo, apresenta a sua demissão e afirma que é irrevogável.
18,30 h o Passos diz que não se demite.

COM ESTA BRINCADEIRA OS JUROS DA DIVIDA PORTUGUESA SOBE PARA 6,78% E PORTUGAL PERDE 6.300 MIL MILHÕES DE €.
OS BANCOS PORTUGUESES (BCP; BES; BPI) PERDEM NUM SÓ DIA 250 MILHÕES DE €.

Dia 03.07.2013
13,30 h, Cristas, ministra não se sabe bem de quê, coloca o seu lugar à disposição no Partido, mas diz que não se demite do governo. "TACHO É TACHO" para ser mantido.
16,30 h Seguro vai a Belém "falar" com o Presidente da Republica a pedir eleições antecipadas e na volta compra uns pastelinhos de Belém, que são muito bons, para levar para a esposa e filhos.
17 h O senhor Passos em Berlin dramatiza as consequências da crise politica já de si dramatizada.
21,30 h O senhor Passos  e o senhor Paulo vão a Belém fazer mais umas "queixinhas" ao Presidente da Republica, que mais uma vez nada decide.

Dia 04.07.2013
11 h o senhor Passos e o senhor Paulo reúnem-se.
17 h O senhor Passos vai mais uma vez falar co o senhor Presidente da Republica e participa numa reunião do Conselho Superior de Defesa, que se pergunta o que é?
Portugal já não é dos Portugueses.
Portugal é dos mercados, dos credores, do FMI, do BCE, 
Quem Manda é a Troika e a senhora MERKEL (desconheço se é assim que se escreve)
Ora, portanto o CONSELHO SUPERIOR DE DEFESA não tem razão de existir porque já não defende nada.
18,45 h o senhor Passos declara aos jornalistas que a demissão do senhor Paulo é uma decisão pessoal e não partidária.

Dia 05.06.2013 
15.30 h o senhor Paulo vai a Belém falar, mais uma vez, com o Presidente da Republica, e na volta, também compra uns pastelinhos.
18.11 h o senhor Presidente da Republica recebe mais uma vez o senhor Passos que lhe transmite que já   se reconciliou com o senhor Paulo e que portanto já não há divorcio. 

Dia 06.06.2013.
19,40 O senhor Passos diz ao País que se reconciliou com o senhor Paulo, que já não há divorcio e que o senhor Paulo agora é VICE PRIMEIRO MINISTRO - Atentem bem! VICE PRIMEIRO MINISTRO.

Conclusão:
Nunca se venderam tantos pastelinhos de Belém.
Há divórcios porque há casamentos
Nos divórcios quem se F...são sempre os filhos, no caso em apreço são os Portugueses que vão ser mais uma vez sobrecarregados com impostos.
Os meninos das jotas deviam responder criminalmente por delapidarem o erário publico.
O Gaspar devia ser acusado pelo Ministério Publico pelo crime de burla agravada e os seus bens serem confiscados até à 5ª geração.

AS FORÇAS ARMADAS DEVIAM SEGUIR O EXEMPLO DO EGITO.

TENHO VERGONHA DE SER PORTUGUÊS E VIVER NESTE PAÍS MAS NÃO POSSO EMIGRAR PORQUE JÁ NÃO TENHO IDADE PARA O FAZER E TENHO UM FILHO COM 12 ANOS.

PERGUNTO:
                  HAVERÁ AINDA ALGUM ATRASADO MENTAL COM DINHEIRO QUE QUEIRA INVESTIR NESTE PAÍS ENQUANTO FOR GOVERNADO POR ESTES MENINOS?

QUE VERGONHA!!!!!!!!!!!!!!